quinta-feira, 20 de dezembro de 2007

Uma mensagem

O ano está quase acabando e o clima de festas já está mais do que no ar.... As pessoas enlouquecidas tentando comprar os presentes de natal e tudo mais... Bom, eu a partir de hoje estou de férias. O blog tb... não sei se poderei escrever nos meus dias de folga. Mas em janeiro estaremos de volta com muitas novidades... Aproveito para deixar a todos com quem não puder falar pessoalmente o quanto amo vcs... Mafê, Clau, Denise, Veri, Samir, Pil, Marcos, Lara, Pam, Bowie... sei que estou esquecendo o nome de alguém... me perdoem... Eu estou com a pilha fraca.
Um ano de muitas realizações, que 2008 seja repleto de paz, saúde, alegria, prosperidade, amor e o que mais a sua alma pedir para o seu bem!!! Desejo um Natal repleto de harmonia tb!! Beijos, beijjos, beijos, beijos...

domingo, 16 de dezembro de 2007

Entrando no céu

Graças a Deus tive uma infância muito feliz... Muito mesmo... tanto que chega a ser patético... Sabe aquelas coisas do Sítio do Pica-pau amarelo? Pois é... na Casa da minha avó... a vida era assim. Vou lembra sempre dos passeio promovidos pelo Tio Air para alguma fazenda nos arredores, para visitar um parente distante, ver tirar leite da vaca, comer doce feito na hora ou ver qualquer tipo de orquídea... Na sua Variante branca, cabiam tantas crianças quanto fosse possível acomodar... As vezes de maneira insana. No toca-fitas, para completar a alegria da garotada o "Arca de Noé" recém-lançado, tocava sem parar e a gente cantava e fazia coro... Vou sempre lembrar o coro... Alguém sempre gritava no ouvido um do outro desafinado, só para irritar e começar mais uma briga que acaba em beijos e um peça desculpas para o seu primo.... Ontem Tio Air foi para o céu... Foi com ele suas histórias, sempre engraçadas e quase inverossímeis, sua fala mansa e um grande coração, capaz de resolver muitos problemas com balas, doces e sorvetes... Uma das músicas que a gente gostava de cantar era A porta... Nada melhor para este momento... Sinto muito. Mas sei que é a vida...
A porta - Vinicius/Toquinho
Sou feita de madeira
Madeira, matéria morta
Não há nada no mundo
Mais viva do que uma porta
Eu abro devagarinho
Pra passar o menininho
Eu abro bem com cuidado
Pra passar o namorado
Eu abro bem prazenteira
Pra passar a cozinheira
Eu abro de sopetão
Pra passar o capitão
Eu fecho a frente da casa
Fecho a frente do quartel
Fecho tudo no mundo
Só vivo aberta no céu!

Por onde você entrou e encontrou muita gente legal... a conversa vai ser boa. Tenho certeza.

terça-feira, 11 de dezembro de 2007

Atualizações

Com o perdão do trocadilho infame, atualmente vivemos de atualizações. Você recebe um e.mail que vem com um anexo, com uma bandeirinha do lado verde, que signfica que o arquivo não em vírus (vc nem quer saber quantos vírus existe atualmente), aí vc abre é um vídeo qualquer, você espera o programa carregar e aí vem a mensagem: há uma atualização disponível agora, deseja atualizar? Como assim, agora... tenho que almoçar, um prazo para cumprir, telefone. Não. Obrigada. Mas e se o computador explodir? E se este aviso for um vírus, muito de atualmente que não foi ainda atualizado no programa anti-vírus. Tudo é uma questão de quem se atualiza mais rapidamente. E se vc não se atualizar? Não sei te dizer... Eu praticamente criei um mundo sem muitas atualizações. Eu cumpro uma rotina. Leio sempre os mesmos sites, as mesmas coisas. É o que tenho de tempo. Como já ouvi tantas vezes: é o que temos para este momento. Fora do mundo virtual, o real é mais implacável ainda... No mundo real não quer dizer que a atualização é algo para o bem, ou mesmo para o mal, ou para frente, para o futuro. É apenas o "aquele momento atual". São muitos anos de história registrada, com fácil acesso de consulta. Mesmo sem ser cultos ou estudados, ouvimos dizer de alguma coisa que está acontecendo atualmente. Chaves, CPMF, Corinthiãns, Senado, Argélia, Mãe que oferece filha de dois anos para sexo por coca, uma esperança para o câncer, uma bateria que se recarrega em cinco minutos e pode ser usada em carros. Atualmente fazemos de tudo. Atualizar é o nosso próprio movimento no mundo. Apenas requer trabalho, bom senso e paciência. É simplesmente impossível ficar parado no tempo. Você está sempre se atualizando. O engraçado é que isto acontece enquanto você envelhece. Então vc se renova para morrer. Me fale de que adianta tanta atualização?? Cansa e dá muito trabalho. Férias!!!

segunda-feira, 10 de dezembro de 2007

Melancolia dezembrista...

Eu ja disse que não gosto muito de dezembro?? Para falar a verdade dezembro me irrita profundamente... Não acredito em decorações de Natal... e todas elas me parecem iguais... O papai-noel é um ator coitado tentando ganhar a vida sentado num trono com crianças em volta pedindo... Pedindo, pedindo.... Até a gente pede.... A gente pede demais. Ultimamente tenho andado num momento de profundo agradecimento... Tenho muito o que agradecer... algumas coisas que pedi e outras que vieram no fluxo feliz da vida... A gente precisa pedir... desejar, querer. Mas a diferença é saber o que lhe é de valor. Tô igual miss pedindo a paz mundial. Um pouco mais da calma e tempo... Quero 4 mãos, dois cérebros e dois teclados para escrever ao mesmo tempo tudo o que tenho e preciso... Sei que não tenho sido muito legal aqui no blog.... Pra falar a verdade, acho até que tô escrevendo pouco por aqui... desculpem... Culpa de dezembro. Este chato. É o mês internacional da ansiedade... tá todo mundo casando, cheio de coisas para fazer, com pouco tempo e querendo que o tempo ande logo para o fim do ano chegar. Quase não tive férias este ano... descansei pouco e sinto que me falta um pouco de força... Também quero que o tempo passe logo. Vou ficar alguns dias em Minas, com minha família vivendo a vida dos mandruvas: comendo, dormindo e cagando... não necessariamente nesta ordem. Tenho uma pilha de livros para ler e algumas coisas que vou escrever. Sim eu também descanso escrevendo.... coisas de gente louca.... De verdade no balanço geral de tudo 2007 foi um grande ano para mim... em muitos sentidos. 2008 também será. Tenho a mais absoluta certeza disto. Já fiz a lista de presentes, vou enfrentar o shopping lotado, o supermercado com pessoas se degladiando por um peru, um tender ou qualquer outra coisa que vá fazer sucesso na ceia. Ainda não separei a receita da sobremesa que vou fazer... talvez nem faça, terceirize... Pelo jeito o tradiconal amigo secreto da galera não vai rolar. Coisas do tempo da vida... Mas é assim... dezembro...

quinta-feira, 6 de dezembro de 2007

Homenagem ao meu amigo Marcelo


Má, como temos em comum a heroína D. Scarlet em seu momento "nunca mais passarei fome". Coloco este post aqui para dizer como me sinto orgulhosa de você e de todas as suas conquistas. Diga-se de passagem não só as materiais, mas também e principalmente as pessoais. Beijos. Queria fazer um poster para você com esta foto... Quem sabe um dia eu consigo. ehehe

domingo, 2 de dezembro de 2007

Domingo no parque

Fui assitir hoje ao show da Diana Krall de graça no parque Vila Lobos... Domingo de sol, apesar de estar cheio, foi tranquilo... Música boa. Adorei vê-la ao vivo. Gosto muito... já falei.
Me senti muito bem. Encontrei amigos. Foi um dia bem legal... E ela manda muito bem... Tocou suas músicas mais conhecidas.... poucas do disco novo. O som estava meio baixo... as pessoas estavam sentada e fez muito calor... Valeu.

O dia em que a Terra mudou...

Não foi hoje. Foi ontem. Mas em 1982. Como eu estava com preguiça de escrever ontem, desculpem, tenho andado bem cansada, eu to escrevendo hoje. No dia 01 de dezembro de 1982 chegava às lojas o LP "Thriller", o álbum mais vendido de todos os tempos. Michael Jackson era negro ainda e seu produtor foi Quincy Jones. Foram mais de 100 milhões de cópias vendidas em todo o mundo, oito prêmios Grammys e quase 60 discos de platina. Das 9 músicas do disco, pelo menos 7 são hits que tocam até hoje. Nenhum outro disco conseguiu o feito de "Thriller". Inaugurou um outro jeito de gravar, de produzir e principalmente de fazer um clip e obrigar o mundo inteiro a decorar uma coreografia. Quem tem mais de 30 com certeza sabe do que eu estou falando... Atire a primeira pedra quem nunca imitou Michael Jackson em Billy Jean ou mesmo em Thriller. Depois deste disco Michael virou o cara que a gente conhece hoje... Esquisito, sem um trabalho musical relevante e corre a boca pequena que os seus tão malucos irmãos estão se jutando para uma gravação inédita dos Jackson Five... Isto seria no mínimo bizarro... Mas a música pop, não seria hoje como conhecemos senão fosse "Thriller". Eu tinha um disco deste, meus amigos tinham, todo mundo tinha... todo mundo ouvia, todo mundo dançava... estreou no Fantástico... Naquela época ainda não existia a MTV, nem Youtube, Myspace ou coisas do genero.... a vida era muito mais inédita.

Chutando cachorro morto...

O Corinthians foi rebaixado!!! Segundonnaaaaaa!!!!

A TV Digital brasileira entrou no ar

Hoje, Domingo, dia 02 de Dezembro de 2007, a TV Digital brasileira entrou no ar. Vc sentiu alguma diferença? Só se comprou o transcoder... aquele aparelhinho que custa entre 400 e 1.300 reais. Acho esta faixa de preços muito interessante... Ainda vai levar um tempo para que a grande revolução da imagem, do som e eu espero do conteúdo mude. Por enquanto a TV Digital será experimental e só na Grande São Paulo. Eu não ouso arriscar nenhum tempo para que ela seja atinga uma camada expressiva da população... Mas eu acho que será rápido. Por enquanto eu me preocupo com a emenda 29, que misteriosamente proíbe as empresas de telecomunicações (operadoras de celular) a produzirem conteúdo. Como assim? Ninguém pode ser proíbido de produzier conteúdo, ou seja lá o que for. Este país não é livre?? É quando não interessa a grandes corporações... e a gente sabe que o lobby das TVs aberta é muito, mas muito forte... Por enquanto tudo continuará igual, inclusive o monopólio de produção. Só espero que tb não signifique grande atrasos.... Apesar do cenário nebuloso, tenho esperanças...

terça-feira, 27 de novembro de 2007

O último pôr-do-sol

((A gente ainda não foi embora... mas no dia que for e esta é a nossa única certeza... será como o Lenine cantou...)

A onda ainda quebra na praia,
Espumas se misturam com o vento.
No dia em que você foi embora,
Eu fiquei sentindo saudades do que não foi
Lembrando até do que não vivi pensando nós dois
Eu lembro a concha em seu ouvido,
Trazendo o barulho do mar na areia.
No dia em que você foi embora,
Eu fiquei sozinho olhando o sol morrer
Por entre as ruínas de santa cruz lembrando nós dois
Os edifícios abandonados,
As estradas sem ninguém,
Óleo queimado, as vigas na areia,
A lua nascendo por entre os fios do teus cabelos,
Por entre os dedos da minha mão passaram certezas e dúvidas
Pois no dia em que você foi embora,
Eu fiquei sozinho no mundo, sem ter ninguém,
O último homem no dia em que o sol morreu

domingo, 25 de novembro de 2007

L.15 anos e mais duas mulheres

O Brasil está chocado com a história da adolescente acusada de furto que ficou presa durante 20 e poucos dias numa cela com mais de 20 homens. Ela foi violentada de todas as formas possíveis e agora está sob a custódia do Estado. Mas eu queria entender como L. foi parar nesta cela...
A sua história começa com a estrada Belém-Brasília criada em 1975 e que fez a pequena Abaetuba e sua vizinha Bacarena, cidade natal de L.,no interior do Pará perderem a sua principal fonte de renda, produção de cachaça nos mais de 50 engenhos da região, e ganhar outra: ser rota de passagem para o Oceano do tráfico de drogas. Mais ainda, com a chegada do porto que distribui minério produzido pela Vale do Rio Doce para o resto do mundo. O que isto tem a ver? Com esta conjunção de fatores desencadeados por mais de trinta anos, mulheres como L. não tem muito o que fazer a não ser prostituição e drogas. Sem trabalho, sem estudo, sem cultura, sem saúde. Isto é uma justificativa? É o sintoma de uma doença chamada miséria. L. não é ninguém... Pobre, viciada, prostituta. É isto o que ela é. Mas o que a coloca nesta situação? A vida sem esperança... A vida sem sentido. A vida num lado do país que não tem olhos, não tem dono e principalmente não tem lei, ou melhor mais do que lei, não tem justiça. A cela onde L. ficou presa dava para ser vista da rua e quem passava podia ouvir os seus gritos de ajuda. Mas ninguém falava nada. Porque se falasse também corria o risco de ter o mesmo destino. L. foi presa em outra cidade próxima a sua, Abaetuda. A cidade possui mais de 400 bocas de fumo, em 2005 aconteceram mais de 30 assassinatos, todos sem investigação ou punição.
Quem colocou L. de 15 anos na cadeia com os outros homens foi a delegada Flávia Verônica Pereira, e quem a manteve presa nesta condição foi a juíza Clarice Maria de Andrade. É bom a gente guardar estes nomes e saber quem são estas mulheres. Não gosto muito de sentimentos que dividem as coisas entre homens e mulheres. Mas nesta questão eu me pergunto: como duas mulheres fazem isto? Com outra mulher? Que poderia ser filha, irmã destas duas mulheres. Até que ponto o crime que comanda a cidade é o mais importante do que o sentimento que alimenta os direitos humanos? Já sei, as duas não são humanas, são um outro tipo de espécie... que a apesar de viver para representar a justiça, já venderam a alma ao diabo a muito tempo... Que diabo estamos falando??? Quem sou eu para dizer... mas uma coisa eu sei... ele deve ter alguma coisa com a porra da cocaína. Assim L. mostrou para o Brasil e o resto do mundo, o que o Pará tem de bom: drogas, prostitutas, uma das piores estradas do mundo, minério e muita gente abandonada... Onde fica o Pará mesmo?? Prá que se preocupar se nem os próprios brasileiros sabem... Quem é L. mesmo?? Quando a comoção passar ninguém vai nem lembrar desta história, aliás vai ser mais uma na nossa coleção de barbaridades.

Alaroiê!!

A sua luz, a sua força, a matéria que recebe!!
Quem recebe divide.
Quem divide, recebe.
Trabalho para todo o dia.
Saúde para toda a hora.
Paz para todo o tempo!!

quinta-feira, 22 de novembro de 2007

No music day, no way!!!

Alguém já ouviu falar na famosa obscura banda KLF?? Então... foi uma famosa banda obscura conhecida nos anos 90. Ela era underground no Reino Unido. Ou seja...não significou nada para ninguém... E se vc escutar vai entender porquê. O seu vocalista, o escritor rebelde, pensador, artista conceitual e ex-astro de rock Bill Drummond inventou o Dia sem Música. Ontem, no dia 21 de novembro, um dia antes de 22 de novembro, dia de Santa Cecília padroeira dos músicos. O cara é um anti-artista. Um rebelde sem talento artístico, mas com talento verborágico... Coisa que tem ganhado cada vez mais espaço no mundo... Ou seja, ele fala, mas não faz nada e ainda inventa esta coisas estúpidas... que pasmem está ganhando também cada vez mais espaço. NO dia sem música, por exemplo a BBC não toca nem jingle.... Nada de música. Nenhuma!!! Para mim isto é um tormento. Não consigo imaginar a vida sem ouvir música. Como assim?? Todos os dias eu acordo e ligo o rádio ou coloco um cd para tocar... Eu saio na rua e coloco meu MP3 no ouvido. Eu entro no carro e ligo o rádio... Aliás para mim eu poderia ter um carro sem rodas tranquilamente se ele tivesse um som... Sabe por que o senhor criativo resolveu promover esta besteirada?? Porque ele acha que tem música demais no mundo e nem todas tem qualidade... Então um dia sem música nos faria pensar que precismos melhorar a qualidade das música...Ãhn??? Sabe como a Banda do Bill terminou?? Nem ele sabe... de uma hora para outra eles pararam de tocar e queimaram todo o arquivo de músicas da banda. Ah pelo menos isto. Não é possível controlar a música nas pessoas... não mesmo. O ser humano precisa de música, para alimentar seus mais incríveis sentimentos. Só por causa do dia sem música eu quase tive uma overdose e ouvi boa parte dos meus muitos gigabytes de música. Música, música, música!! Cada um tem seu gosto e sua necessidade. Eu quero promover o dia sem conversa fiada, sem brigas, sem palavras de agressão, quero o dia da música!!! Que ela toque sem parar. Para sempre. Já que ele quer tanto silêncio, podia começar pelo seu próprio. Desculpem mas to revoltada.

terça-feira, 20 de novembro de 2007

Sabedoria, bondade, ensinamento

Tudo o que há de bom, há na missão dos Pretos-Velhos. São as entidades do amor, da bondade, do ensinamento, de quem ouve e principalmente sabe o que dizer... De quem entende o homem e apesar de tanto sofrimento, já que a grande maioria sofreu com a escravidão, não deixa de acreditar no amor humano. É quem te abençoa e protege as crianças. Que reza por vc, mesmo quando vc não acha que alguém poderia lhe fazer isto... É quem lhe mostra o poder da Fé. Salve todos os vovôs, as vovós!! Salve os Reis do Cruzeiro Divino, onde as almas estão para rezar. Salve a força da luz que nos conduz, as vezes mesmo sem poder, carrega no colo. Salve a Luz de Pai Joaquim e toda a força e ensinamento de Pai João!!
Tempo, nobre tempo
Estarás tu em minha alma
Tempo, nobre tempo
Estarás tu ao meu alcance
Tempo, adorado tempo
Eu sou nobre e por esta nobreza
Minhas mãos alcançarão
O meu tempo, a minha luz
Que assim seja o meu Pai Joaquim.
Faço do seu canto um ritual de Fé
Fizeram das palavras
Um canto e transformou
Um ritual de Fé
Fé em você,
Nos seus pés, na sua inteligência!!
Salve Pai Joaquim. Sempre!!

domingo, 18 de novembro de 2007

100 cervejas antes de dormir...

Não tem o livro, Cem escovadas antes de dormir?? Pois bem... ontem eu vivi 100 cervejas antes de dormir... Churras na casa da Mafê. Um encontro família.... Mas como a gente não tem noção... quase 100 cervejas... Devo confessar que fazia um tempo que não enchia a cara, como ontem... Foi bom tava precisanado... Assim como também tô precisando arrumar um jeito de ser mais convicente na minha fase amor...É verdade... eu to querendo mudar, ser uma moça de família... ehehe As vezes eu mesmo vejo como é impossível... Mas como disse o amigo do Mafê o Titi "to só querendo ser recatada, no final das contas só uma puta louca"!!! E ele só me conheceu por quatro horas!! Isto é extremamente desanimador... e vejo que o meu caso não tem solução. Vou ali cortar os pulsos e já volto... Adorei, conversar com os amigos, colocar o papo em dia, matar a saudade. Mas que foi pé na jaca, ah isto foi!!! Bem legal. Brigada Mafê.

terça-feira, 13 de novembro de 2007

Fernando Pessoa

((roubei do blog da Mafê e agora é a frase que fica na minha frente para eu não perder de vista alguns objetivos))
"Viver não é necessário; o que é necessário é criar. Não conto gozar a minha vida; nem em gozá-la penso. Só quero torná-la grande, ainda que para isso tenha de ser o meu corpo e a minha alma, a lenha desse fogo".

Mais um não... mas a vida é assim... Fico triste... mas já passou... vamos prô próximo.

O teste da escova

Mulher é completamente maluca... e cada vez mais eu comprovo isto. No aniversário do Tiagão, o princípe filho da Mafê, entre delícias calóricas uma amiga, da qual não posso falar o nome para resguardar a sua identidade, me falou do teste para saber se a sua bunda está no fundo do poço. Basta vc escovar os dentes pelada e aí conforme a sua bunda balança vc sabe o seu grau de flacidez.... Fala sério? Que tipo de mente desenvolve estes pensamentos?? O certo é que ainda não tive coragem de realizar o teste, aliás por via das dúvidas toda vez que vou escovar os dentes uso uma cinta daquelas bege bem firme... Acho que não estou no momento de encarar tais verdades... Mas se vc tiver coragem, faça o teste... e guarde o resultado para vc. Acho que para os moços o teste deve funcionar, só que a barriga é que balança... Idade... ah a idade...

Você é muito bonito

Este é o nome de uma simpática comédia romântica francesa com o ator ranzinza Michael Blanc... O filme é uma graça e conta a história de um viúvo que precisa arrumar uma mulher para ajudá-lo a cuidar de sua fazenda, no interior da França. Ele vai até a Romênia procurar uma moça e claro acaba se apaixonando... Filme singelo e como disse a Belinha, que não gosta muito de filmes franceses, este filme é muito bonitinho... Como todo mundo sabe do meu gosto duvidoso, a Belinha é bem mais fina do que eu.... Vale a pena: Você é muito bonito.

Por que não te calas??

A frase do Rei Juan Carlos para Hugo Chaves na falido encontro Ibero-Americano foi uma desmonstração do quanto o governante venezuelano está indo além dos limites do razoável. Ele não pára de falar e costuma ganhar as discussões no grito... Acho que já é sabido as minhas opiniões sobre Hugo Chaves, mas eu queria aproveitar para dar os parabéns para o Rei, que pelo menos não agiu como um banana no segundo incidente diplomático provocado por Chaves... O primeio foi quando ele chamou o Lula de magnata do petróleo por causa da Bacia Tupi... O mal estar foi generalizado entre todos... mas Lula resolveu levar a coisa na brincadeira...Vai ver é assim: enquanto todo mundo leva os ideais megalomaníacos de Chaves a sério, o governo brasileiro vê como uma brincadeira...

quarta-feira, 7 de novembro de 2007

I have a bad dream today

Eu pensei em falar sobre a corrida armamentista do nosso vizinho Hugo Chaves... mas eu realmente tenho idéias muito confusas sobre tudo isto... Primeiro vamos lá... O ditador da Venezuela se encontrou as claras, para todo mundo ver, com aquele outro ditador que vive sentado em várias ogivas nucleares e que tem um nome esquisito e ainda por cima é presidente do Irã, o simpático Mahmoud Ahmadinejad. Não se sabe ao certo que tipos de negócios foram tratados... Aí depois toda esta história da nova constituição venezuelana que instala na Venezuela o socialismo bolivariano... Não me pergunte o que é isto, porque se eu me lembro das aulas de história e isto tem a ver com o Simon Bolivar... a coisa é bem pesada. Haja visto que o cara era na verdade um notório soldado, com um desprezo preocupante pela democracia, travestido em ideais libertadores. Mas a questão é que se Hugo Chaves tem como ideal de consumo Simon Bolivar.... Toda a América do Sul deveria ser libertada do domínio do mal. E qual é este domínio do mal?? O Tio San. Aí na calada da noite, como todas as coisas feitas no Brasil, pediu-se um levantamento (por isto que é bom ler as notas dos jornais), sobre a situação armamentista do nosso querido país tropical... e chegou-se a conclusão que as nossas defesas em relação a armas, caças, escudos e outras coisas usadas em guerras são, assim como posso dizer de forma educada?? Rídiculas. Aí o Brasil entrou lá atrás na corrida para se armar... Preocupante isto. Hugo Chaves pretende invadir o Brasil?? Acho difícil... mas ele já considera a Bolívia como sua. E o gás da Bolívia não chega mais ao Brasil. E para chegar, o cocaleiro Evo Morales fez uma série de exigências... Coisas que o nacionalistas tupiniquins acham um absurdo e por eles nós é que deveríamos invadir a Bolívia.... E a tranquila, pobre e pacata América do Sul entraria em guerra... Pelo gás da Bolívia?? Claro que não... o gás é só um pretexto... O mundo quer o etanol brasileiro... não está assim tão interessado no petróleo venezuelano e é melhor comprar gás na África, apesar do custo do transporte. Então... voltamos para a questão zero: tudo é por causa do petróleo. Mas o Hugo Chaves levanta todos os dias com vontade de ser rei na América do Sul. Ele está montando um exército bem equipado e o pior de tudo com soldados dispostos a lutar por um ideal, que ele vende muito bem. O Brasil precisa defender a sua fronteira com a Bolívia... já que é por lá que as portas do inferno vão se abrir. O Brasil precisa de eletricidade e as termoéltricas são abastecidas por gás, fora todos os táxis, os carros de quem fez a mudança para gás e claro as indústrias que empregam milhões de brasileiros... Alguém sabe que os guarda-costas de Evo Morales são venezuelanos, da guarda pessoal de Hugo Chaves??? Então na verdade Evo Morales é um refém de luxo??? A Europa e os Estados Unidos vão deixar?? Seremos invadidos por missões de paz da ONU?? Quantos canhões vamos apontar para o lugar que o Brasil sempre deu as costas?? Que tipo de armas estamos precisando?? O etanol vai salvar o planeta do aquecimento global?? E por fim Angra 3 vai ser construida com a ajuda do Mahmoud Ahmadinejad?? Viu como tudo é muito estranho?? Não consigo entender....

segunda-feira, 5 de novembro de 2007

O merchandising mais caro do planeta...

Quando eu era criança pequena, e eu sou da primeira geração de crianças criadas na frente da televisão, eu adorava o desenho dos Transformers.... Adorava... Queria também me vingar do Megatron e achava o máximo as máquinas terem tantos sentimentos... Fora o meu gosto por carros, que isto merece um outro post... Aí eu não consegui ver o filme no cinema e não via a hora de vê-lo lançado em DVD. Minha ansiedade chegou ao fim... porque assisti o filme neste fim de semana... e vou te contar: é legal.... mas... cansa. Primeiro que o filme é um grande merchan descarado da GM... A marca da montadora brilha na tela junto com o Camaro que salva o mundo... Além é claro das caminhonetes, caminhões e todos os outros tipos de carros que aparecem no filme... É um filme de meninos... com todas aquelas coisas. A menina mais bonita sai com o babaca, o mocinho na verdade é um babaca, mas ele é legal... O governo dos Estados Unidos aparece como o governo dos EStados Unidos e a coisa dos soldados longe de casa fica um pouco assim como vou dizer, uma mensagem subliminar... Que nós sabemos são as que mais funcionam... De resto é um show de efeitos especiais com direito a todo tipo de destruição... O começo do filme é mais legal do que o final... Ah também tem merchan da Nokia... Para quem está estudando o tema ou tem interesse em como fazer um filme virar um supermercado é obrigatório... Divertidinho... nada mais.

quarta-feira, 31 de outubro de 2007

Namorando na esquina...

(ok vou confessar que os brutos também amam e eu estou numa fase levemente romântica...eheh. Deve ser alguma conjunção astral).
São Paulo, como todos nós sabemos, é uma cidade que gosta de trânsito... Aqui congestionamentos acima dos cem quilômetros são normais... Então o quê fazer? Tentar arrancar os cabelos? Ficar nervosa?? Não adianta... sinceramente só piora a coisa... Eu escuto música, claro. Ainda mais agora que eu tenho MP3 no carro... E olho para os lados.... E neste dias em que eu estavá, lá parada no trânsito comecei a reparar numa cena típica da adolescência: o namoro na esquina. Atire a primeira pedra quem nunca saiu da escola, e no caminho para a casa, encontrou aquele menino ou menina, logo ali na esquina... Vi umas três cenas destas esta semana e me chamou a atenção... Afinal é singela, bonita e romântica... (sinceramente não sei o que está acontecendo comigo) O tempo que fico parada no trânsito é bem grande, então dá para observar... Eles ficam lá... conversam, de mãos dadas e principalmente se beijam... É engraçado ver a felicidade e ao mesmo tempo a timidez pelo beijo. Assim que termina os dois se encolhem, sorriem sem graça e o resto fica iluminado com o brilho no olhar que dispara de cada um... Acho que as neuras começam extamente neste ponto. O que ele acha? Será que gosta de mim? Vai contar para os amigos? O que vão falar? E se a minha descobrir? Será que alguém vai me ver?? Bom eu vi... mas não vou contar para ninguém...

segunda-feira, 29 de outubro de 2007

Os Borgias

(fim de semana literário 2 - acho que ainda vou falar muito sobre este livro)
Eu sou fascinada por personagens... acho incrível a possibilidade de você criar vidas, colocá-las no papel ou na tela... Sou fã de Mario Puzzo por isto... Ele não só criou um personagem como toda uma família que entrou para a história da literatura e do cinema de uma forma difícil de ser superada: Os Corleones... A saga do Poderoso Chefão para mim é uma das coisas que eu mais amo assistir... Já perdi a conta de quantas vezes fiz isso.. De vez em quando eu alugo um dos três filmes para assistir... Também agradeço muito ser assinante de TV a cabo quando alguma programadora passa os três de uma vez só, numa verdadeira maratona... Gosto mais do segundo... mas esta não é a questão. A questão é Mário Puzzo. Para pesquisar os Corleones, ele conheceu Os Borgias.... A primeira grande família do crime... Demorou 20 anos escrevendo o livro e morreu sem terminar. O livro foi terminado por sua namorada Carol Gino. Olha vou falar é difícil de largar... e estou ansiosa pelo momento em que vou poder me dedicar ao livro novamente... Fiz isto o final de semana inteiro e só parei quando não conseguia mais manter o olho aberto... Estamos falando da época do renascimento e do Papa Alexandre VI, que antes de ter este nome era o poderoso Cardeal Rodrigo Borgia, pai de Lucrécia Bórgia, César Borgia, Juan Borgia e Jofre Borgia. Tutti bonna gente... Os filhos do Papa eram poderosos e viviam daquelas coisas que caracteriza a máfia: matam e roubam em favor de si próprio e de seus corregilionários... Os atos do Papa Alexandre, descendente de espanhóis é bom dizer, determinaram o mundo que conhecemos hoje. Afinal foi graças a ele que a Igreja privilegiou a Espanha na divisão do Novo Mundo... A história é fascinante: intrigas, jogos de poder, incestos, amores impossíveis, traição, envenenamentos, amantes, guerras... Queria ler o livro como parte da minha pesquisa para a peça que estou escrevendo... Mas descobri mais... descobri a raiz da nossa civilização e cada vez mais chego a conclusão que para entender tudo a nossa volta é preciso entender a história da Grécia e principalmente da Itália. Vale a pena ler. Estou amando.

Fup

(fim de semana literário 1)
Semana passada recebi a indicação entusiasmada de um amigo que deveria ler o livro Fup de Jim Dodge. E que depois de fazê-lo eu entraria para um fã clube do livro, como atesta também a apresentação de Marçal Aquino, na edição bonitinha da tradicional editora José Olympio. E eu devo dizer que depois de devorar o livro em apenas uma hora e meia, já que ele tem apenas 96 páginas, estou fascinada.... me pego pensando no livro e em tudo que ele significa ou pode significar... É um livro singelo, já que conta a história de um velho bêbado, seu neto maluco e uma pata... a Fup... um animal cheio de vontades e manias... Vale a pena ler. É muito fácil... Está na minha categoria de livro que eu amo...Um bom momento é quando Jake fala do seu segredo para proceder quando não se tem a mais vaga idéia do que se está fazendo. "Esses segredos, na ordem em que invariavelmente os listava, eram: intuição, razão e desespero". Nesta ordem de atuação... Descubra Fup, de Jim Dodge. Um escritor maluco que vive recluso num rancho, mas que é um dos grandes da literatura americana...

sexta-feira, 26 de outubro de 2007

D.R.

((tema polêmico))
D.R., mais conhecido com o momento de "Discutir a Relação" é simplesmente odiada por muitos. Tem pessoas que preferem comer jiló a ter que passar por este momento... Fogem dele como o diabo foge da cruz... Mas afinal de contas o que tem de tão ruim em discutir a relação?? Eu não sou a melhor pessoa para falar sobre o assunto, haja visto que eu não sei namorar, não sei ter um relacionamento e muito menos deixar uma pessoa se aproximar de mim de forma íntima (isto não quer dizer que não tenha sexo em volta. uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa). Mas nem sempre foi assim... eu já fui casada uma vez e tive pelo menos três namorados bem sérios... Talvez me falte um pouco de prática... mas a questão é que eu comecei a achar que discutir a relação é realmente muito importante. E se de verdade vc se incomoda com este momento é porque vc ainda não alcançou o grau de intimidade com uma pessoa que lhe permite por exemplo falar sem traumas, ou seja lá o que for que vc acha que ela está muito distante, que fez determinada coisa que não gostou... e por ai vai. Quando vc tem intimidade de verdade, normalmente vc não fala grita... Coisas do amor. O Saulo que é meu genro, casado com a minha enteada Clarisse, mãe do meu neto João Vitor (sim eu sou avó), disse uma coisa muito sábia: a a gente só briga com quem ama de verdade. Porque além de tudo a intimidade é uma merda... vc perde o limite do razoável e passa a viver de forma muito honesta com a outra pessoa... Vc é vc mesmo e a outra pessoa é ela mesmo. Sendo assim, o discutir da relação passa batido no dia-a-dia. Mas quando vc é amante, tem um FGTS (Foda Garantida Toda Semana) ou coisa do tipo... Discutir a relação é um tormento... porque vc vai precisar também enfretar os fatos reais da sua relação que ficam lá... naquele cantinho, esperando que o tempo mude, que as coisas se aprofundem que a intimidade chegue.... Mas o triste é que a intimidade, também vem com a irritação, com as mazelas, com as nossas manias, com calcinhas furadas, cuecas centenárias, etc, etc, etc... O triste também da intimidade é que ela acontece... ela surge... é impossível forçar. Então se vc não tem intimidade para discutir a relação, vc tem um relacionamento raso, sexual, conveniente... Pode até ser amor... mas não é amigo. Outra característica da intimidade é a profunda amizade que ela cria...

quarta-feira, 24 de outubro de 2007

Letra de música impressionante...

(sempre penso nesta música, hoje especialmente mais...)
Mal Necessário - Ney Matogrosso
Composição: Mauro Kwitko
Sou um homem, sou um bicho, sou uma mulher
Sou as mesas e as cadeiras desse cabaré
Sou o seu amor profundo, sou o seu lugar no mundo
Sou a febre que lhe queima mas você não deixa
Sou a sua voz que grita mas você não aceita
O ouvido que lhe escuta quando as vozes se ocultam
Nos bares, na lama, nos lares, na cama.
Sou o novo, sou o antigo, sou o que não tem tempo
O que sempre esteve vivo, mas nem sempre atento
O que nunca lhe fez falta, o que lhe atormenta e mata
Sou o certo, sou o errado, sou o que divide
O que não tem duas partes, na verdade existe
Oferece a outra face, mas não esquece o que lhe fazem
Nos bares, na lama, nos lares, na cama.

terça-feira, 23 de outubro de 2007

O egoísmo é a solução??

O fórum do Manhattan Conection desta semana é a seguinte pergunta: a melhor coisa que você pode fazer pela sociedade é cuidar de si mesmo? O fórum se baseia no livro da Ayn Rand, As Virtudes do Egoísmo. Um pequeno livro de mais de mil páginas, considerado por muitos a Biblia do capitalismo. Bom, não vou entrar nos méritos da questão. Mesmo porque a estudiosa é considerada muito polêmica. Mas eu fiquei pensando se concordo com isto e cheguei a conclusão que mais ou menos... O egoísmo é visto como um sentimento que pertence ao lado negro da força... Mas por outro lado, se o individuo consegue cuidar de si mesmo, ele ao mesmo tempo estará contribuindo para a sociedade... Pessoas equilibradas, cientes de seus deveres e obrigações (sem peso moral, por favor) olham para a sociedade de outra forma e assim contribuem... Sabem o que devem fazer pelo meio ambiente, pelas educação das crianças, pela boa convivência. Não consomem produtos ou serviços desonestos ou nefastos e não são desonestas ou nefastas... É uma coisa complexa... Mas acho que deva existir um "meio-egoísmo" onde a partir do pequeno, constribuimos para o grande... ou seja para o bem de todos.

Agradecendo muito

Caros amigos, queria agradecer a todos o carinho. Eu já tô melhor... só não descobri o que foi, uma virose, uma gripe, um cansaço... A medicina é cheia de possibilidades.... Mas por via das dúvidas tome um anti-alérgico... Tem tanta coisa no ar que tudo dá alergia...ehehe... Mas eu to legal. Obrigadaaaaa!!!! Ah esqueci pode ser o leite também.... que absurdo!!! Soda cáustica??? água oxigenada? No leite... alimento de crianças... Isto é mais do que um crime contra a saúde pública. Isto é um crime contra o ser humando... bom... este assunto é outra coisa. Bjs.

domingo, 21 de outubro de 2007

A dor

De onde vem? Do tempo passado? Deste tempo que vivemos? Do Climatempo? Não sei... Ela assola e faz a gente entender a condição humana, fraca. A dor é aquilo que nos coloca no nosso devido lugar... Faz pensar no limite, no cansaço, nas atitudes, hábitos e costumes.... Vou melhorar. Por enquanto o médico disse que é apenas um virose, uma gripe....

quinta-feira, 18 de outubro de 2007

Talvez algum dia

Esta é do fundo do baú sem fim!!! Só as pessoas com mais de 30 vão sentir tanta emoção quanto eu!! Este filme marcou profundamente a minha vida... Lembro de ter assistido num sábado a noite, junto com a minha irmã, no "Primeira Exibição" da Globo. Alguém lembra disto??... Nos tempos em que não existia VHS e o DVD era uma promessa da ficção científica, o que restava eram os filmes da TV... Como eu chorei... É claro trata-se de uma comédia romântica daquelas. A menina tem 13 anos e vai aprender violão, com o bonitão ai do lado. Na década de 80, mesmo com este cabelo ele era o máximo. Ele já era mais velho... tipo uns 18. Eles começaram a se gostar e então ela não podia dizer para ele que tinha só 13 anos... Ela mente... Eles são felizes por um tempo... Ele descobre e aí ela come um bolo de chocolate para afogar as mágoas numa das cenas memoráveis do filme... Estava procurando ontem na net e achei a foto... mas não o filme. Adoraria ter este DVD... mas o cara que vende no Mercado Livre já vendeu e não tem outra cópia. Mas fica aí... uma lembrança de um tempo inocente. Se alguém tiver o filme por favor me avise. Em inglês o nome é "Sooner or Later"... É lindo este filme. Coisa de meninas.

quarta-feira, 17 de outubro de 2007

Eu não esqueci...

Eu sei que parece estranho eu não ter comemorado com entusiasmo a saída de Renan Calheiros do Congresso... Eu comemorei, mas com ressalvas... Primeiro porque eu sinto, assim como todos os brasileiros, que há algo de muito podre no reino da Dinamarca e esta saída foi na verdade é uma negociata... Hoje o Lula deu um recado da África, onde ele está para comemorar não sei quanto tempo de um golpe militar... Eu prefiro não comentar isto. Mas o recado é: a presidência do Senado deve ficar com o PMDB... Assim o pessoal do PT entende que deve parar de crescer o olho na cadeira... A pergunta que não quer calar: o Renan tirou férias. Mas ele volta?? Será que vamos assistir ao filme a volta dos que não foram??? Tudo é possível. Pelo menos da pensão a gente tá livre... Já que pelo jeito a CPMF vai passar até 2050... A playboy da Mõnica Veloso é recorde de público e critica!!! Tá vendendo que nem água... A minha idéia é pedir desconto no imposto de renda ao apresentar a nota da compra da revista. Será que pode?? Deveria. E este país é mesmo aquele da piada pronta... não é que a moça tem um coração tatuado na bunda??!! Então tá... aquela coisa a gente ama bunda, somos um bando de bundões, sendo roubados por outros bundões maiores... Deveriamos mudar o nome para República da Bundas. Se é que vamos continuar sendo uma república.

domingo, 14 de outubro de 2007

Stardust, Tropa de Elite e Despertar de um amor...

Estes foram os filmes que assiti neste final de semana prolongado. O Stardust é um conto de fadas mal comportado, como atesta o seu cartaz na porta do cinema. É verdade. O filme é uma aventura, perfeita para divertir e emocionar. O filme é muito legal com um roteiro bem sacado. Michelle Pfeiffer linda e feia ao mesmo tempo.... No papel da bruxa malvada. Robert de Niro faz o papel de um pirata gay... é impagável. Vale a pena ver... Quando terminou o filme aconteceu uma coisa que é mais motivada pela sensação... As pessoas começaram a aplaudir o filme... é engraçado, mas também legal.
No sábado assisti Tropa de Elite. Eu já li muito sobre este filme, vi muitas discussões sobre ele na lista dos roteiristas e para falar a verdade acho que Tropa de Elite é um novo divisor de águas no cinema nacional. Por uma série de questões. Afinal ele conquistou o público antes de chegar aos cinemas, com uma das obras mais pirateadas dos últimos tempos... E é realmente impossível passar impune ao filme... Se ele é facista?? Acho que não... E as reações ao filme são proporcionais aos pensamentos de cada um. Não dá para achar legal o Bope que faz o que faz. Não dá nem para comentar sobre a PM... Não dá nem para comentar sobre a classe média, os traficiantes e tudo que está no filme. Aliás este é o mérito do filme, mostrar o que para a gente é normal. Mas que é muito anormal. O jeitinho brasileiro é o modus operante da nossa sociedade... com ele já não se sabe o que é ou não legal ou honesto. O importante é livrar o lado... Sem ter que entrar no sistema.... Acho que o grande mérito do filme é mostrar o sistema e tudo o que ele faz para sobreviver. Um sistema de propina, que sustenta os deputados, as ONGs, os traficantes, a Polícia... todos possuem a mesma fonte de dinheiro: o crime. Claro que uma hora vai dar merda. Já está dando. Desde a ditadura, existe um prazer da classe média pensante em dar mais valor ao bandido, do que a polícia... Afinal o bandido é o cara que mata, mas ele também dá remédio pra quem precisa. Pra mim isto é do tipo "rouba, mas faz". Não defendo aquela polícia que aparece no Tropa de Elite. Defendo a polícia que deveria existir mesmo: honesta, bem estruturada, treinada, equipada, que funciona ao lado do cidadão. É pedir muito??
Despertar do Amor eu assiti no DVD. É um filme triste, mas muito bonito. Uma história de amor que vai crescendo aos poucos.... Olha no final dá muita vontade de chorar...mas vale a pena, até para conhecer o interior da China, numa paisagem incrível. Edward Norton está sensacional.

quarta-feira, 10 de outubro de 2007

PPPs Saltitantes...

Tenho certeza que este post vai deixar muita gente triste, principalmente a minha irmã. Mas é mais forte do que eu. Tenho certeza também que você já recebeu, vai receber ou receberá um "PPP Saltitante". São aqueles arquivos de power point com uma música Richard Clayton, fotos de paisagens aleatórias com mensagens de amor, amizade, motivação e tudo mais... O subject vem sempre com: vc é especial para mim, te mandei porque lembrei de você, vc é uma das poucas pessoas para quem eu to mandando isto. Aí, tocada de culpa (já que sentir culpa é o meu esporte) eu abro o e.mail e o seu respectivo anexo... Lá vem... Primeiro começa a música, depois vem a foto, e depois vem as frases... frase por frase elas pulam na tela do computador. Entram cada uma de um lado... e vc vai teclando para ir mais rápido, mas não adianta... As frases vão saltitando na tela... e aí vem mais. Mais fotos, mais músicas de piano, mais frases... E não acaba nunca. Alguns são do mal... vc não tem como encerrar, só depois que terminar. Eu sempre penso na pessoa que faz isto... Fala sério, o ser tem muito tempo. Deve dar um trabalho enorme, juntar as fotos, as frases e a música. A música é fácil... Ai para piorar mais ainda, vem a mensagem no final: mande para todas as pessoas que você ama.... Quer dizer que se eu não mandar, eu não amo ninguém??? Os PPPs saltitantes reunem tudo o que eu mais odeio: mensagens piegas e correntes... Nada, nada neste mundo me faz participar de uma corrente. Portanto se vc espera que eu mande para a minha lista esqueça... Eu não vou nem abrir... Este tipo de mensagem não funciona para uma pessoa como eu: com quatro contas de e.mail, três listas de discussões, blog, manias virtuais infinitas... Não abro, não quero saber, não vi... A minha irmã me tirou da lista dela... fingi que fiquei triste....ehehe. Ah esqueci de um detalhe mais legal ainda: para ajudar o PPP saltitante sempre vem acima de 3 megas... é chato de receber, de abrir e de ler... Sou contra. Desculpe, mas sou.

segunda-feira, 8 de outubro de 2007

Carregador de bateria de Deus


Itamambuca... como eu gosto... com sol, vento, vazia... calma. Fim de semana de sol, praia, churrasquinho, amigos, família, filhos e muitas, muitas conversas... Delícia. Passei o fim-de-semana com a Mafê em Ubas... na casinha. Casinha de tantas histórias, de tantas viagens. Mafê mandou bem no churras, acendeu o fogo, o mais difícil... Graças as lições do Bunitão. Tirei aquela cor branca-paulistana-escritório e voltei com as energias recarregadas... como é bom ficar na praia. Como faz bem para o corpo e para a mente. Mafê brigaduuuu!!!

quarta-feira, 3 de outubro de 2007

Delícia de problema...

Toca o telefone.
- Oi Florzinha tudo bom?
- Mais ou menos né mãe...
- O que aconteceu? Vc tá bem? Fala Bela... (eu tenho controlar o meu lado desesperado... mas é difícil)
- Mãe presta atenção: A Rafaela, namorava o Rafael. E ela gostava dele, desde o ano passado. Ai o Rafael começou a namorar com a Bia, antes de terminar com o Rafael e a Rafaela pediu para o Rafael desmanchar dela, porque ela não quer sofrer... Aí o Rafael terminou e agora a Rafaela não para de chorar. A Bia não sabe o que fazer...
- Quem estava namorando com quem??
- Mãe presta atenção... A Rafaela namorava com o Rafael e agora namora com a Bia. Entendeu?
- Sei... e quem tá sofrendo?
-Mãe, todo mundo né mãe... Situação super dificil. A Rafaela tinha até comprado um colar para dar para o Rafael com um coração e uma chave...
- Nossa que bunitinho...
- Mãe, o que ela faz com este colar agora? Joga fora? Eu acho que ela não deve ficar com ele...
- Com o colar ou com o Rafael. Ele não está namorando a Bia?
- Com os dois, né mãe!!! Ai mãe não sei o que eu falo... ela só chora.
- Também não sei...
- É bem difícil...
- Quem que está namorando agora?
- Mãe vc não entendeu nada...
- Acho que não.
- Vou tentar resolver este problema e já te ligo.
- Vc não tem nada a ver com isto Bela.
- Claro que tenho, elas são minhas amigas...
- É verdade.

terça-feira, 2 de outubro de 2007

Paraíso tropical do Renan

Na última sexta-feira o Brasil parou para ver o último capítulo da novela "Paraíso Tropical". Final de novela é aquela coisa... Já não dá para dizer se é bom ou ruim... é só um alívio. O Olavo matou a Taís e seus motivos foram um pouco duvidosos. Coisas de tramas amarradas de última hora. Mas o que mais interessava não era o assassino da Taís e sim o destino da Bebel. Como o brasileiro gosta de puta... É impressionante a quantidade de putas amadas pelo público, já vimos casos parecidos com personagens vividos por Malu Mader, Giovanna Antonelli entre outras. Vive no imaginário brasileiro, a mulher boa, esperta e que serve mesmo para a cama... Melhor ainda se for pagando, aí sabe como é, pelo direito do consumidor o cliente tem sempre razão. A Bebel é a mulher perfeita para uma sociedade como a nossa... Tudo o que ela precisa é de um senador para chamar de seu e sair pelada na revista. Ops... esta história não é conhecida?? A Monica Veloso, falou de novo com a Mônica Bergamo e disse que não vê semelhanças entre a Bebel e ela... eu tb não vejo. Já que a Mônica é jornalista. A Bebel é puta. Uma coisa não tem nada a ver com a outra, dependendo do ponto de vista que vc analisa. A Bebel se achou em Brasilia. Um paraíso tropical do sexo, do rolex, das mercedes, dos casacos de pele (naquele calor)... A Mônica Veloso sinceramente eu não sei... vou saber mais depois que comprar a Playboy dela que sai no próximo dia 09/10 nas bancas!!! Ela conseguiu o que para a Bebel era apenas um convite. Não perca a chance de ver a verdade brasileira nua e crua!!! O país da bunda peidando na sua cara. E tem mais: se ela ganhar muita grana com a revista não vai mais precisar da pensão-gorda-cala-a-boca que a gente pagava. Menos uma conta. Na verdade a Mônica Veloso na Playboy é uma economia para o povo brasileiro. E só para não perder o costume e o Renan??

domingo, 30 de setembro de 2007

Mestre de obras

Se tem uma coisa que fico com medo da minha própria pessoa é quando eu coloco uma idéia na cabeça... Nada, absolutamente nada neste mundo me faz mudar de idéia. Ciente desta minha fraqueza eu tomo cuidado para não desenvover verdadeiras obsessões... Entretanto, o guarda-roupa que ficava, atenção para o verbo, ficava no quarto da Isabella há muito vinha me irritando a paciência e eu fui alimentando silenciosamente o desejo de me livrar dele... De um simples desejo foi se transformando num objetivo de vida. Eu imaginava planos, rogava pragas... Até que uma delas pegou... por uma questão muito estranha, já que não tem nenhum cano na parede onde ele ficava deu uma umidade cuja solução era botar o trombolho para fora... Ele era enorme... destes guarda-roupa embutido que vc compra o kit nas lojas de construções... Um verdadeiro horror... Ele saiu e eu entrei com o verdadeiro espírito mestre-de-obras. Comecei na sexta e só terminei hoje... Passar massa, lixar, pintar a parede, depois pintar o outro lado que seria lilás bebê... Jogar milhões de saco de lixo fora... Ou seja uma verdadeira limpeza. Pintei o quarto todo, até o teto... eu digo até o teto porque normalmente quando me dá estas loucas eu faço de conta que não preciso pintar o teto... mas desta vez não teve jeito... Ficou bom. Mas a minha mão está destruída, o meu braço e eu estou um pouco cansada... Mas ficou muito bom. Belinha está toda feliz com quarto novo, mais arejado, sem tanta tranqueira... Eu odeio tranqueira... E fico impressionada como elas brotam em toda parte... Agora a minha próxima meta é o meu quarto. Vou pintar, tirar um monte de coisas... Mas primeiro preciso me recuperar desta...

quinta-feira, 27 de setembro de 2007

Impedimento, São Paulo, América Latina.

Antes de começar a escrever este texto quero dizer que sou palmeirense. Sempre serei. Nunca vou mudar... aconteça o que acontecer. É só para deixar claro. Bom, alguém assistiu ao jogo ontem entre o Boca e o São Paulo?? Eu assisti... gosto de futebol. Principalmente quando sei que vai ser um jogão... e foi. Apesar de achar que o São Paulo estava meio lerdo ontem... Mas mesmo assim marcou o Gol, ganhou na raça, com catiguria e vamos combinar se a zaga do São Paulo não fosse daquele jeito, o Boca teria feito a festa... Torci mesmo para o São Paulo. Porque era o Brasil na América Latina. A copa sul-americana. Eu acompanho futebol há bastante tempo e valorizar campeonatos no nosso continente é uma coisa que vem rolando de uns tempos prá cá. E o grande responsável é o São Paulo, ao ser o irritante Tetra campeão da Libertadores. Mas nada melhor do que o futebol para fazer a gente olhar para a gente. Não adianta ter uma seleção de estrangeiros que vem aqui mostrar o futebol que só os gringos conhecem em seus respectivos milionários clubes. E olha que nem sempre mostram o tal futebol arte... Gosto de campeonato entre clubes, entre clubes de outras nações... Então temos o Brasileiro, a Copa do Brasil, a Libertadores, a Copa Sul-americana, e algusn outros que não estou lembrando o nome e me recuso a procurar no google. Aliás, eu também me recuso a procurar no google a lei do impedimento... Eu sei que a regra é clara. Quando o impedimento acontece, na maioria das vezes eu percebo... Mas tem horas que putz... sei lá. Esta regra é muito chata... nem tente me explicar personalidades do futebol já tentaram, inclusive o Falcão e eu não consegui entender... Sou uma anta... Mas o bom é que não há impedimento para que a gente possa cada vez mais entender que somos um continente... Sul-americano.... latino.... no chicano. Apesar de sermos o continente dentro do continente... Que fala outra língua, que joga futebol melhor (me desculpem os hermanos, mas é verdade)... Podemos entender a importância do todo....

quarta-feira, 26 de setembro de 2007

É ficção...


(culpa do Chico Buarque)

Era rídiculo.... estranhamente ridiculo. Verão no litoral norte... ou seja, muita chuva. Mas naquela noite todas as estrelas do céu resolveram aparecer e nos dar um olá... Meio que para iluminar ainda mais a nossa perplexidade. Para piorar o cenário a lua estava cheia... Linda e posso afirmar que São Jorge e seu dragão estavam lá estampados... A gente estava andando até o canto da praia... Canto da praia... só nós dois. Não tinha rolado ainda um beijo e o silêncio era a única coisa real que senti ali... Fora isto, o mar espumava e era possível ver brilhos das mais variadas cores. Não conversavamos, a gente não podia fazer isto... coisas complexas demais em nós dois. Era melhro cantar... Chico Buarque, este rídiculo. Numa noite rídicula, que terminou no alto do clichês do amor: um beijo na beira da praia. As bocas se encontraram no mesmo instante em que a onda bateu na nossa perna... Ou a onda bateu e aí a gente se beijou... não sei dizer. Mas pessoas como nós não vivem assim. Se encontram em baladas pesadas, em noites que terminam na cama de algum lugar maluco. Não se sabe o sobrenome, não se pergunta nada e a única dúvida é se devemos usar duas camisinhas... É triste eu sei. Por isto o susto, por isto o choque ao ver acontecer ali, do nada, naturalmente, como um encontro... calmo, sereno, sob a luz da lua, perto do brilho do mar... e o pior de tudo cheio de amor, ternura e Chico Buarque...

segunda-feira, 24 de setembro de 2007

O Haver - Vinicius de Moraes

(São Paulo amanheu com cara de São Paulo: cinza, com garoa... finalmente um dia assim, nesta longa seca. Tô com preguiça de escrever....devo ser sincera, por isto pedi ajuda a quem entende do assunto. Um poeminha do poetinha para começar bem a semana... )

O Haver - Vinicius de Moraes
Resta, acima de tudo, essa capacidade de ternura
Essa intimidade perfeita com o silêncio
Resta essa voz íntima pedindo perdão por tudo-
Perdoai-os! porque eles não têm culpa de ter nascido...
Resta esse antigo respeito pela noite, esse falar baixo
Essa mão que tateia antes de ter, esse medo
De ferir tocando, essa forte mão de homem
Cheia de mansidão para com tudo quanto existe.
Resta essa imobilidade, essa economia de gestos
Essa inércia cada vez maior diante do Infinito
Essa gagueira infantil de quem quer exprimir o inexprimível
Essa irredutível recusa à poesia não vivida.
Resta essa comunhão com os sons, esse sentimento
Da matéria em repouso, essa angústia da simultaneidade
Do tempo, essa lenta decomposição poética
Em busca de uma só vida, uma só morte, um só Vinicius.
Resta esse coração queimando como um círio
Numa catedral em ruínas, essa tristeza
Diante do cotidiano; ou essa súbita alegria
Ao ouvir passos na noite que se perdem sem história.
Resta essa vontade de chorar diante da beleza
Essa cólera em face da injustiça e o mal-entendido
Essa imensa piedade de si mesmo, essa imensa
Piedade de si mesmo e de sua força inútil.
Resta esse sentimento de infância subitamente desentranhado
De pequenos absurdos, essa capacidade
De rir à toa, esse ridículo desejo de ser útil
E essa coragem para comprometer-se sem necessidade.
Resta essa distração, essa disponibilidade, essa vagueza
De quem sabe que tudo já foi como será no vir-a-ser
E ao mesmo tempo essa vontade de servir, essa
Contemporaneidade com o amanhã
dos que não tiveram ontem nem hoje.
Resta essa faculdade incoercível de sonhar
De transfigurar a realidade, dentro dessa incapacidade
De aceitá-la tal como é, e essa visão
Ampla dos acontecimentos, e essa impressionante
E desnecessária presciência, e essa memória anterior
De mundos inexistentes, e esse heroísmo
Estático, e essa pequenina luz indecifrável
A que às vezes os poetas dão o nome de esperança.
Resta esse desejo de sentir-se igual a todos
De refletir-se em olhares sem curiosidade e sem memória
Resta essa pobreza intrínseca, essa vaidade
De não querer ser príncipe senão do seu reino.
Resta esse diálogo cotidiano com a morte, essa curiosidade
Pelo momento a vir, quando, apressada
Ela virá me entreabrir a porta como uma velha amante
Mas recuará em véus ao ver-me junto à bem-amada...
Resta esse constante esforço para caminhar dentro do labirinto
Esse eterno levantar-se depois de cada queda
Essa busca de equilíbrio no fio da navalha
Essa terrível coragem diante do grande medo, e esse medo
Infantil de ter pequenas coragens

quarta-feira, 19 de setembro de 2007

"Caminhoneiros" na mostra de SP



Então... finalmente saiu o DVD do documentário!! Este é um trabalho do qual tenho muito carinho, por vários motivos... Não só pelo resultado, mas também por todo o processo de gravação.... Foram alguns dias na estrada, rodando, rodando, conhecendo pessoas, vendo um Brasil.... E como disse a Janaina: Tá no rolo (expressão cinematográfica para dizer que foi para conta, tá na fita... ) E para quem faz cinema no Brasil sabe como é difícil "colocar no rolo". Graças ao Rodrigo, que mesmo me achando maluca confiou em mim e a Janaína que também botou muita fé... Tem que agradecer. A todos, Daniel (como o Juarez falou mais que um produtor quase um Magaiwer), ao Mariano e Pablito, Diana...
Agora a grande notícia é que o documentário foi selecionado para a Mostra Internacional de Cinema de SP!!! Dá para acreditar??? Pois é... eu to acreditando... muito. Vai passar na tela grande... Então, vamos ao cinema?? Realmente, só tenho que agradecer.

sexta-feira, 14 de setembro de 2007

Vergonha nacional - Faça o teste

Faça o teste e depois me conte: vá até o Google e digite entre aspas "vergonha nacional". Depois coloque sites em português e depois clique em estou com sorte. Vc vai ver o que vai acontecer... Muito bom... muito bom mesmo.... E isto só aconteceu graças a um movimento feito pelos blogueiros brasileiros.... Sensacional!!

quinta-feira, 13 de setembro de 2007

Martini Bianco (George Clooney)

George Clooney Martini Commercial 2007

George Clooney - Martini Commercial

Há muito tempo atrás...

Eu e Claudinha nos conhecemos a bastante tempo... sei lá quantos... A gente se conheceu na faculdade... eu não sei direito como, só sei que desde então somos amigas.... A gente jogava truco, trabalhava juntas e dava uns vexames juntos também... Alguns ficaram memoráveis... Mas a gente tinha um outro costume: sair para beber Martini... Eu adoro Martini... Clau também... nós não temos noção... então já dá para imaginar... A última vez que me lembro de uma destas saídas fomos parar no extinido BrancaLeone, na Vila e depois de enchermos a cara dançamos a noite toda numa festa estranha com gente esquisita... Era aniversário de alguém e nós duas viramos convidadas... Foi engraçado... Não sei se alguém já viu mas vou postar aqui a nova campanha do Martini com o George Clooney... É bem legal... Finalmente um comercial de bebida legal... Aliás a campanha toda é muito boa... e o slogan é ótimo: No Martini, no party... Eh... conversa de bêbado...

Quero meu voto de volta!!!

Pelo código de defesa do consumidor se vc compra uma coisa com defeito ou que não lhe agradou, vc tem o direito de trocar por um outro produto ou então receber o seu dinheiro de volta. Eu proponho a mesma coisa com o nosso voto. Eu votei no Mercadante... Qual não foi a minha supresa ontem ao saber que graças ao seu dedicado trabalho, o Renan conseguiu ser absolvido.... Numa reunião secreta, sem gravação, fechado ao público, a democracia, ao povo... O único registro da palhaçada de ontem está numa ata que foi lacrada num envelope e só poderá ser aberta daqui a 20 anos... Dá para acreditar numa coisas dessas??? Eu não consigo lembrar o nome do senador que disse que absolvição do Renan foi um exercício de cidadania... Ele deu entrevista na CBN... Ele disse que com este gesto o Senado demonstrou o que realmente é, independente, seguro e honesto... Achei que fosse piada, mas o cara estava falando sério. Disse ainda que a indignação das pessoas pela internet não representavam o sentimento da população e sim de uma pequena minoria... É um bando de ladrão juntos, legislando em seu próprio benefício e defendendo o chefe da quadrilha com medo de que ele revele os podres que nós já estamos cansados de saber. Ou é propina, ou é superfaturamento, ou é favor, ou é presente, ou é puta, ou é droga, arma, bebida... Poderíamos chamar todos os Senadores de "mercadores da morte"... Eles estã lá na verdade negociando em benefício próprio enquanto o país afunda na lama... Eu quero o meu voto de volta. Já pensou?? Vc entra com uma representação e pede o voto de volta. Se todo mundo fizer isto, a própria população que elegeu o desgraçado para ele nos roubar, seríamos os responsáveis por tirar o fdp de lá... Não seria o máximo?? Não seria nada secreto, muito pelo contrário, aberto, claro... para todo mundo saber... E aí sim a população teria o poder, porque se o fdp fizer qualquer coisa que lhe desagrade, vc vai lá e pede o seu voto de volta... Portanto eu quero o meu voto de volta... Não quero participar desta pouca vergonha, deste mercado de pilantras!!! Lanço o movimento "Quero o meu voto de volta"!!! Se o Senado não cassa a população pode fazer a sua parte. Comecem a campanha, mande para seus amigos, familiares, para a lua!!! Vamos pedir o nosso voto de volta e cassar este bando de ladrão!!! Quero o meu voto de volta, quero o meu voto de volta!!! Chega de ser refém de ladrão!!

terça-feira, 11 de setembro de 2007

É amanhã!!

Hoje a coluna do Arnaldo Jabor no Estadão lembra que é amanhã que a cassação do Renan Calheiros vai ser votada... É amanhã que o senado não vai colocar no dicionário um novo sinônimo para a palavra ladrão... Vc quer falar ladrão mas pode usar o termo senador... mas se o Renan for cassado... isto não vai acontecer... Estou aí na torcida... Espero sinceramente que as coisas mudem... Eu torço por isto e acho mesmo que o Brasil já não é mais o mesmo... Antes isto nem chegava a ser noticiado... Temos que acabar com a política do toma-lá-dá-cá!!!

Cheguei lá!!!


Depois de muito tentar eu finalmente cheguei lá!!! Sim.... eu consegui chegar até a ponte da Casa Verde e não fiz trapaças... Eu andei da minha casa até lá o que dá mais ou menos uns seis quilômetros... Foi muito bom para mim.. Tirei a foto porque não encontrei nenhuma "amiga" para falar oi com a cara vermelha... Agora vou levar a sério... duas vezes por semana eu chego lá... Foi muito bom para mim... e espero que para a minha bunda tb... gostaria muito que ela diminuisse de tamanho... É o projeto verão 2008 em pleno andamento!!

segunda-feira, 10 de setembro de 2007

Feriado...

Depois de dirigir quase 16 horas em um único final de semana eu achei melhor ficar em Sampa e curtir o feriado por aqui mesmo... Foi ótimo, dormi muito, fui ao shopping, assisti filme, descansei... Mas uma coisa me chamou a atenção, aquela história de que no feriado São Paulo fica vazia não é mais verdade... os paulistanos saem e os turistas chegam... É verdade. Acredite ou não esta cidade, feia, cinza, desorganizada e incrivelmente maluca é ponto turístico mundial... Tamo na crista da onda... Segundo pesquisa realizada, 98 por cento das pessoas que visitam a cidade adoram e querem voltar... Dizem ainda que o paulistano é muito educado... Há algo de podre no reino da Dinamarca... Bom, eu falo mal mas me pergunta se eu saio daqui??? rsrs. Aqui é aquele lugar onde se come bem, compra-se de tudo a preços bem baratos ou muito caros, tem teatro cinema, baladas para todos os gostos... É se eu fosse turista tb ia gostar...ehehe. Aí no sábado eu vivi a minha última experiência gastronômica antes de iniciar o projeto verão 2008 onde só vou me alimentar de luz... Mafê reuniu os amigos queridos para a sua famosa Paella... e esta estava sensacional... foi muito legal. Demos muita risada... Adorei momento Los Hermanos e momento Boate Azul... Fiquei com pena do Itunes da Fê...eheh Ele foi atacado de diversas formas... com várias músicas entrando e saindo... E em homenagem ao Bunitão... vou postar o supra sumo da poesia brasieleira, a letra que diz tudo e não precisa dizer mais nada... A letra da música que inspirou a Paella "Boate Azul"de Mato Grosso e Mathias... Vou gravar para a Rosana o cd "Bebo, canto e choro"...
Boate Azul - Mato Grosso e Mathias
Doente de amor procurei remédio na vida noturna
Como uma flor da noite em uma bote aqui na zona sul
A dor do amor é com outro amor que a gente cura
Vim curar a dor deste mal de amor na boate azul
E quando a noite vai se agonizando no clarão da aurora
Os integrantes da vida noturna se foram dormir
E a dama da noite que estava comigo também foi embora
Fecharam-se as portas sozinho de novo tive que sair
Sair de que jeito, se nem sei o rumo para onde vou
Muito vagamente me lembro que estou
Em uma boate aqui na zona sul
Eu bebi demais e não consigo me lembrar se quer
Qual é o nome daquela mulher, a flor da noite da boate azul

quinta-feira, 6 de setembro de 2007

Toni Platão - Negro Amor



A música "Impossível acreditar que perdi você" é tema da novela "Paraíso Tropical" e por isto está bombando na rádio... É impossível não prestar atenção na voz de Toni Platão... É marcante, dizem que quase uma coisa operesca... Pode ser... É uma voz sofrida... ou eu acho assim porque o cd Negro Amor, seu mais novo lançamento é para ouvir enquanto você corta os pulsos... Isto não quer dizer que é ruim... muito pelo contrário... Vi uma entrevista sua com a Marília Gabriela e ele disse que estas coisas do amor cantado estavam tudo muito bonito... todo mundo feliz, dando pulos alegres e saltintantes e a gente sabe que não é assim... Não mesmo... por isto o título Negro Amor. Canção de Bob Dylan, com versão de Péricles Calvacanti e Caetano Veloso que virou hit na voz de Gal Costa. A capa aí ao lado é o espírito do Cd... Vc com um cigarro na mão, olhando pela janela e pensando... Deixando o pensamento ir onde só você sabe... Aquele lugar que a gente tem lá dentro onde ficam as feridas, as lembranças, muitas lágrimas, tristezas, saudades, beijos de adeus, fotografias rasgadas, caixas fechadas, bebedeiras sem fim... Os compositores de Negro Amor são na sua grande maioria malditos... Estão lá Angela Roro, Antônio Marcos, Thiago Godim, Paulo Ricardo, Roger, Arnado Baptista, Sergio Dias.... A música que abre o CD parece piada.... é Mares de Espanha de Angela Roro... bom, no coments about this... Ele é a cara da Cássia Eller... a cara e diz que isto é muito bom, assim ninguém vai esquecer dela... Na mesma entrevista ele disse uma coisa muito legal: dizem que o brasileiro é um povo que nunca desiste... Ele diz que não é verdade... O povo brasileiro não tem memória então por isto ele nem sabe que está lutando... simplesmente não sabe que não desistiu porque esquece fácil demais... Vale a pena conhecer. Dizem que é rock eu coloquei na pasta de MPB... orna mais. Atenção para cínica Mammy Blue... aquela mesma que tocava no Loves Songs...ehehe... Bonito CD... bombando nas minhas paradas de sucesso do momento.

quarta-feira, 5 de setembro de 2007

Instituto

roubado do blog da Ana, muito legal...o vídeo e o blog também...ehehe) "História real: o artista plástico Alexandre Orion estava passando pelo túnel da Cidade Jardim, em São Paulo , quando percebeu que o escuro da parede não era tinta, era fuligem. Com um pano, começou a desenhar um ossário pelo túnel, na linguagem urbana de seus trabalhos. A polícia apareceu, "enquadrou", ele explicou que não estava pixando, estava limpando. Não teve jeito, o trabalho foi lavado pelos garis. A produtora Big Bonsai registrou tudo e “Ossário”, música do Instituto, embala a coisa toda. Com lançamento previsto pra 2008, o próximo álbum do Instituto está no meio do processo de produção."

terça-feira, 4 de setembro de 2007

Apostando corrida com os velhinhos

Como disse a minha prima Kate, eu voltei da peireirada... É um jeito carinhoso de dizer quando a família Pereira, grande e barulhenta se reúne... E isto sempre acontece em festas... O povo que gosta de uma festa.... Desta vez foi o casamento da minha prima... Tivemos direito até ônibus de excurssão... foi divertídissimo e como piada interna, sei que poucos vão entender e eu também não vou explicar muito: Tio Dimas foi a diversão da noite....eheheh. Comi, comi, comi... muito. Aliás eu não sei o que acontece comigo, todas as vezes que vou para Mar de Espanha eu só penso em comida... A Gracinha estava inspirada... Daquele jeito: ai não tem nada para comer, só um bolo, um pudim de pão, esta rosca, ah tem pão também, vou fazer café, tem suco... Não tem frios, mas tem queijo e requeijão... quase nada... É punk manter a forma. Por isto eu resolvei começar o meu projeto verão 2008. E voltei a andar na Braz Leme... Eu tenho que controlar a minha ansiedade de alcançar os velhinhos em boa forma de Santana: Filha, você é igual ao meu filho.... quase quarenta anos e não aguenta nada. Quase me joguei na avenida. Filha, respira... Tá tudo bem? Por que vc está tão vermelha?? Oras porque eu tô com o pulmão saindo pela boca, porque eu não tenho quase quarenta anos, mas eu sou fumante, bebo e como um monte de lipídeos coisa que a senhora não faz... Filha, come esta mação desidratada, vai lhe fazer bem... Eu quase bati nas duas senhoras simpáticas que eu conheço da padaria e agora são as minhas companheiras de caminhada.... O punk é que elas conseguem chegar até onde eu nunca fui... a ponte da Casa Verde... Não consegui... eu paro no meio do caminho... porque não é só pensar em ir até a ponte, vc tem voltar... e depois subir a Voluntários... Eu tô pensando em fazer assim, ir de carro até a ponte. Pegar um ônibus até o começo da Braz Leme e depois ir andando novamente até meu carro... Vai ser o máximo passar por elas e dizer que vou até o fim... É trapaça??? Tudo bem... não vou fazer isto é muito mico... vou tentar aumentar a minha resistência.... E aí então parar de fumar...

quinta-feira, 30 de agosto de 2007

Fora do ar...

Vamos ficar fora do ar até segunda... voltamos com mais novidades. Bom final de semana a todos. Beijos.

segunda-feira, 27 de agosto de 2007

Novo disco de Dolores O´Riordan

Ela é a voz do Cranberries, a banda irlandesa que embala os meus sofrimentos deste os anos 90. O maior hit é Linger... tenho certeza que alguém já ouviu toca no rádio sempre. Dolores vem, ou já fez show no Brasil não sei... faz parte do trabalho de divulgação do seu novo cd Are you listing? Eu adorei o cd... é muito bonito. Tem músicas lindas e Ordinary Day é realmente a mais legal. Não espere nada diferente do que a segunda maior banda da irlanda, aahah, eles odeiam isto fez... É tudo muito parecido. Já que Dolores além de vocalista, também era compositora no Cranberries, que está de férias há cinco anos... Não sei se a banda volta. Vale a pena... é um som calmo, meio antigo, com uma voz afinada e melódica.

A periquita brasileira

Estes dias a colunista Mônica Bergamo publicou em sua coluna, uma foto que "vazou" do ensaio fotográfico para a Playboy da jornalista Mônica Veloso. Aquela moça que eu, você, o Brasil inteiro pagava pensão... Mas a filha ela teve com o Renan Calheiros... (só para não peder o costume: e o Renan??? )... Bom a questão é que não bastasse o caso ter virado assunto de segurança nacional, agora a moça mostra tudo na Playboy. Segundo o Arnaldo Jabor, vai ser a primeira vez que a verdade vai aparecer nua e crua no Brasil. Não sou de concordar com ele, mas desta vez, tenho que dar a mão à palmatória e ainda aplaudir até arder. É verdade. Vamos analisar a questão: vc é amante de um dos homens mais poderosos do Brasil, aí vc tem uma filha com ele, aí para a coisa não virar um escandâlo, vc acerta uma pensão bem gorda, tipo cala a boca mesmo... Só que aí a coisa vira pública e se descobre que a tal pensão gorda era um favor que uma empreiteira fazia, para o Senador, resolver seus problemas de alcova no plenário... Claro, ou vc acha que a pensão era paga só porque o Renan Calheiros estava precisando de dinheiro?? Claro que no jogo da política do toma-lá-dá-cá... A gente está mesmo é tom....(pIIIII)))!!! O Renan é um homem influente e sua origem é de um dos EStados mais corruptos e violentos do Brasil: Alagoas. Alguém sabia disto?? Pois é ... é o mais pobre tb. O fato é que o cara é fazendeiro, mas não tem fazenda. É pecuarista, mas não tem boi. Tem conta, mas não mostra. Bom, o que ele escondeu a Playboy vai mostrar, vai jogar na nossa cara e nos fazer lembrar... Já que nos somos o país que adora bunda... tá tudo certo.

quarta-feira, 22 de agosto de 2007

Quem manda no rádio??

As mudanças na sua vida vão acontecendo aos poucos e vc demora para se dar conta da evolução do processo... A Belinha agora não chega mais em casa e assiste desenho... Ela até vê e o seu preferido é "Padrinhos Mágicos". Mas o que ela assiste mesmo são clipes... Ela passa horas, vendo clipe na televisão... E como eu sou assinante mega, blaster, plus... temos pelo menos uns três canais que só passam música... Até aí tudo bem... ela já tá crescendo... Fico muito feliz com a pessoa que inventou o fone de ouvido e o MP3.... assim cada um escuta o que quer e não enche o saco alheio... Mas no carro não tem fone de ouvido e eu ainda não tenho um MP3 no carro... chego lá... Agora eu pergunto: quem manda no rádio?? Eu acho que tenho prioridades por várias questões: sou mãe, mais velha, o carro é meu, assim como o rádio... Não sou obrigada ouvir 500 milhões de vezes a Umbrella e nem o Justim Tumberseilá, a Shatira, a Fergie e agora o amado da Belinha Cris Brown... Não sou obrigada a ouvir a Mix FM... não gosto desta rádio... Eu escuto: Eldorado, Alpha, Antena 1... Segundo a Belinha, rádio de gente velha, que só toca música de gente velha!!! Fala sério... quase bati nela ontem quando ela disse que o Elvis era no mínimo deprimente... Pensei seriamente em colocá-la de castigo por causa disto... Se o Elvis não existisse nada disto que ela ouve também existiria.... Já que ele é ninguém menos do que o Rei do Rock... Belinha responde: sei... chato!! Mas mãe é assim... Quando ouvi o Corine Bale Rae pela primeira vez, mostrei para ela: chato!! Aí a música começo a bombar na rádio: mãe me empresta o seu cd? Ah coloca esta música no meu MP4? O que você faria? Claro que eu joguei na cara, mas emprestei o cd e descarreguei a música. Com a Amy Winehouse foi a mesma coisa... Entramos num acordo: uma música eu outra ela... só que sempre toca uma música que ela precisa ouvir... então o nosso acordo não funciona muito, aí a gente briga e eu encerro a questão assim: o rádio é meu. Ontem ela brigou comigo também por causa da Nana Caymmi... tb não dá para exigir tanto. Temos alguns gostos em comum: Cássia Eller, Jack Jonhson, Corine, Norah JOnes, Joss Stones e mais umas coisas que não lembro... mas são poucos... Sábado de manhã é assim, quem acordar primeiro liga o som e tem direitos sobre ele...E me dizem que isto ainda vai piorar...

domingo, 19 de agosto de 2007

Eu odeio os Simpsons...

Isto mesmo... eu odeio os Simpsons... acho a coisa mais estúpida e burra que surgiu nos últimos tempos... é sem graça, forçado e extremamente irritante. Mas a Belinha não pensa assim.... e vcs sabem... por ela iria ao cinema três vezes por semana, sem o menor problema... como este era o único filme que ela ainda não tinha assistido, fomos... Ela adorou... eu achei uma porcaria.... quase dormi no cinema... Outras pessoas tb devem ter pensado da mesma forma que eu, porque muita gente levantou e foi embora no meio da sessão... Só não fiz isto porque Belinha me mataria, mas que tive vontade... Delete total da sua vida. É um saco.

sexta-feira, 17 de agosto de 2007

Entourage

Entourage voltou!!! É a série mais legal que tem... conta a históira de quatro amigos vivendo em Hollywood... Eu adoro, morro de rir... Ainda mais agora que nesta temporada Ary Gold não é mais o agente de Vince... quer dizer... não é por um tempo. Tenho certeza que depois de dormir com Amanda, a sua nova agente, Vince vai voltar para Ari... Ari por sua vez está sofrendo com a separação e não consegue mais ser o mesmo... está se tornando uma pessoa mais humana... A cena em que ele não consegue demitir o assistente foi hilária... Ah ele começou a fazer terapia e é impossível não fazer uma comparação sarcástica com Sopranos... Claro que foi de propósito... E tem o idiota do Drama, irmão de Vince, o filósofo de boteco... o ator fracassado... ele é muito bom. Bom, passa toda quinta-feira na HBO Plus.... É bem divertido. Ontem tb foi dia de Dr.House... quem não viu deveria assistir... a série é um bom exemplo de construção de personagem e roteiro... Ontem o paciente cretino, com o médico cretino... Eu fico impressionada com ele... como pode ser assim... pra mim ele é uma versão piorada do Grismon de CSI... Grismon tem moral e bons costumes... House não tem nenhum, nem o outro... O mais legal é que apesar de tudo as pessoas ainda gostam dele... eu inclusive.

quarta-feira, 15 de agosto de 2007

Paris, te amo

Ontem eu resolvi aproveitar o lado bom da vida... Tive uma reunião de manhã e a tarde eu não queria voltar para casa, queria ir ao cinema e descansar um pouco a cabeça... Liguei para a Claudinha e nos jogamos no mundo Sampa... Dia de sol, céu azul... Foi tão bom... conheci casinha nova da Clau, Clau... e preciso arrumar um jeito de convencê-la a fazer uma mesa de mosaico para mim... Clau acho que vou lhe sequestrar e só te devolvo depois que a mesa ficar pronta...achei linda. Famos almoçar em Nova York...ahahah. Num restaurante em Moema, de comida natural, boa e barata... Depois livraria nova Cultura... finalmente comprei o livro do meu namorado o escritor angolano José Agualusa... Eu já disse que ele é um gato e acho ele o máximo!! Depois fomos ao cinema assitir ao filme Paris, eu te amo. Ah que filme legal... são diversos curtas unidos pela cidade... histórias que acontecem dentro da cidade de Paris... e vc vê como a Denise diz "cada vielinha" . É um filme que relamente vale a pena. Tem muito a ver com a nova linguagem do audiovisual que procura coisas sucintas e que dizem muito em pouco tempo... Que vontade de ver Paris te perto... foi um dia lindo... muito bom. Clau, obrigada!!!

segunda-feira, 13 de agosto de 2007

20 Anos sem Mãe Menininha

Ela trouxe uma mensagem de fé e esperança. Ela trouxe ao mundo a doçura e a força. Ela fez do seu reino uma palavra de amor.

Oração de Mãe Menininha
(Dorival Caymmi) com Maria Bethânia

Ai, minha mãeMinha
Mãe Menininha
Ai, minha mãe
Menininha do Gantois
Ai, minha mãe
Minha Mãe Menininha
Ai, minha mãe
Menininha do Gantois
A estrela mais linda, hein?
Tá no Gantois
E o sol mais brilhante, hein?
Tá no Gantois
A beleza do mundo, hein?
Tá no Gantois
E a mão da doçura, hein?
Tá no Gantois
O consolo da gente, ai?
Tá no Gantois
E a Oxum mais bonita, hein?
Tá no Gantois
Olorum quem mandou
Essa filha de Oxum
Tomar conta da gente
E de tudo cuidar
Olorum quem mandou ê ô
Ora iê iê ô
Ora iê iê ô
Ora iê iê ô
Ai, minha mãe
Minha Mãe Menininha
Ai, minha mãe
Menininha do Gantois...

domingo, 12 de agosto de 2007

Cretinos da gema

Esta é a manchete do artigo de Sérgio Augusto, para o caderno Aliás que sai todos os domingos no Estadão. O texto trata de um absurdo humano. É sobre a divulgação no Youtube de um vídeo com o diretor do BBB, Boninho arremessando ovos podres de seu apartamento nas pessoas na rua... Pelo texto me parece que este é o novo esporte dos ricos cariocas... Por isto este nome muito bem colocado: "cretinos da gema". Pessoas, se é que se pode chamar assim, Narcisa Tamborindeguy, Bruno Chateaubriand e o próprio Boninho dizendo como é divertido arremessar coisas nas pessoas que passam na rua... o objeto preferido é ovo. Os cretinos ficam escondidos em seus luxuosos apartamentos na Vieria Souto e de lá as gargalhadas praticam aquilo que dizem ser uma atividade que lhes dá um prazer incomparável... Eu pergunto se isto tem diferença entre queimar um índio, bater numa empregada doméstica ou qualquer outra coisa que pelas leis da impunidade brasileira não dão em nada?? Que tipo de gente acha isto engraçado?? Que sociedade doente é esta que simplesmente não entende nada de valores humanos e respeito ao próximo?? É uma cretinice mesmo, coisa de covarde e de gente desequilibrada.

sábado, 11 de agosto de 2007

A casa caiu

E nesta semana a Polícia Federal prendeu o chefão do narcotráfico Juan Abadia... Um dos homens mais perigosos e procurados do mundo.... Até mais do que Osama?? Não sei... Só sei que o cara é dono de um verdadeiro impéiro do pó e estava morando, feliz, alegre e saltitante numa bela mansão em Aldeia da Serra. Cercado de TVs de Plasma, internet e muitos celulares. Ele fez não sei quantas cirurgias para mudar o rosto e ficar parecido com o Fredie Mercury não sei se foi de propósito, mas com certeza Freddie não merecia isto. Agora ele quer ser extraditado para o EUA e para isto está disposto a dedurar policiais brasileiros... Acho que a coisa vai feder... Mas a gente nunca sabe... O Renan tá aí e se ele não sai da presidência do Senado, imagine se ele vai para a cadeia... Bom, o caso é que a Polícia Federal chegou ao mega-traficante depois de dois anos de investigação e só conseguiu por causa da sua estranha movimentação financeira... E o Renan?? Deixa prá lá... Em quase todos os lugares do mundo, quando uma pessoa é presa o policial é obrigado a dizer os seus direitos, que vc está sendo preso por isto e aquilo, você tem direito a um advogado e um telefonema... Sabe o que os policiais falaram para o Juan?? Levanta, que a casa caiu!!! Pois é no Brasil é assim... Mesmo porque ele pode ter direito a vários advogados e por uma grana qualquer consegue um celular via satélite, para ligar para quem ele quiser direto da cadeia... Vai ficar preso com Fernandinho Beira Mar e acho que deve surgir uma mega corporação do pó... os dois maiores executivos do segmento estão juntos. Sinceramente não sei pra quem a casa caiu... E tem mais a polícia não quer os cinco milhões de recompensas... até porque parece que tinham agentes do DEA envolvidos na operação... é São Paulo é um lugar estranho... é tão grande, com tantos condomínos de luxo, fica fácil se esconder e ao mesmo tempo governar o mundo.

Mais estranho que a ficção

Eu sei que faz tempo que não falo de filmes... até parece que não tenho assistido nada. Não é verdade... senão assistisse tanto filmes talvez dormisse mais... mas não entendo a vida sem cinema. O que tem acontecido é que faz tempo que não assisto a um filme que me motivasse escrever sobre ele... E este dias assisti uma que me impressionou muito é "Mais estranho que a ficção" com Will Farrel, Emma Thompson e Dustin Hoffman. A história é um tanto quanto bizarra: um dia um cara levanta e passa a ouvir uma pessoa narrando a sua vida. Aí descobre que a voz que está narrando a sua vida é de uma escritora que está escrevendo um livro e ele é o personagem principal... até aí tudo bem se a escritora não tivesse que matá-lo no final... Will Ferrel tem que correr para não ser morto. O filme é muito engraçado e inteligente... e o final é realmente lindo... com um pequeno texto sobre as pequenas coisas que realmente fazem sentido na nossa vida. Vale a pena ver. É no mínimo curioso.

Tem ouvido Vinícius??

Acho que desde que me conheço por gente ouço Vinícius de Moraes... Minha mãe tinha um disco com os grandes sucessos de Tom e Vinicíus e ele tocava sem parar na velha vitrola da minha casa... Em Mar de Espanha, naquela casa enorme ou ouvíamos alguém tocando violão ou o velho e bom "cauby"... um rádio preto que só tocava fita do lado A e só pegava no AM a rádio Mundial do Rio de Janeiro... naquela época, no momento saudade tocava muito Garota de Ipanema, Chega de Saudade e tantas outras.... Depois eu com a minha mania de comprar cds compulsivamente me vi com uma verdadeira coleção de discos do Vinícius... fora os que eu baixei da internet... bom eu sempre escuto e meio sem querer fique com esta música na cabeça... ela diz muito... e ainda tem o singelo nome Pra que chorar...
Pra que chorar
Se o sol já vai raiar
Se o dia vai amanhecer
Pra que sofrer
Se a lua vai nascer
É só o sol se pôr
Pra que chorar
Se existe amor
A questão é só de dar
A questão é só de dor
Quem não chorou
Quem não se lastimou
Não pode numa mais dizer
Pra que chorar
Pra que sofrer
Se há sempre um novo amor
Em cada novo amanhecer

Queimando 15 reais

(sem comentário e nem precisa me chamar de burra porque eu sei...)
Bom sou uma pessoa de gostos refinados... Apesar da minha formação pseudo-comunista-socio-anarquica eu tenho muitos, mas muitos costumes burgueses...
Por exemplo a minha estranha mania de beber vinho do Porto como se fosse água... Adoro vinho do Porto... seu paladar adocicado, encorpado... com taninos persistentes no final...
Também tenho como frutinha do meio do dia damascos secos e prefiro os turcos, claro.
Admiro o hábito mediterrâneo de misturar um pouco de champanhe ao suco e laranja, depois das onze da manhã num final de semana de sol... Extremamente refrescante.
E como ainda não parei de fumar, tenho verdadeira admiração por Captain Black... é uma cigarrilha com mistura obtida com um tabaco Burley escuro, curado e selado a vapor, aromatizado com folhas douradas de Virgínia, suavizando o forte traço do Burley. Seu aroma é composto por dez diferentes aromatizantes que resultam em um sabor adocicado com toque de baunilha e açúcar queimado e custa quinze reais o maço com vinte... Cada um com as suas manias e loucuras...

terça-feira, 7 de agosto de 2007

Vai lá!!!

Quer se divertir?? Quer se informar??? Quer saber as últimas que estão rolando em Sampa... conheça o blog de participação coletiva, eu também tô lá, com dicas para a sua noite, a sua madrugada, para o seu dia... para a sua vida ficar mais completa... Não sai de casa sem ele:
http://uiadiario.blogspot.com/

Bizarrices

Ontem eu fui numa reunião numa produtora que fica no Pacaembú. A empresa funciona numa daquelas casas antigas do bairro... Antes de começar a reunião eu fui conhecer a casa... enorme. No quintal tem uma edícula que dá para ver quase toda a zona oeste da cidade... muito lindo mesmo... aí o menino que estava me mostrando a casa pediu para eu dar uma olhada no muro... Meu coração disparou... quase tive um treco... Do alto você via um quintal com no máximo uns vinte metros de comprimento e ali andando de um lado para outro, sem entender nada do lugar, do tempo e principalmente do espaço vive uma onça!!! Sim eu não estou inventando: uma onça!! Pintada... e se ela não estivesse tão cansada, de pouco lugar, de estar subjugada e sei lá o quê mais... eu diria que era linda!! Fiquei um tanto quanto incoformada com a cena... e quase tive vontade de chorar... Posso parecer maluca... afinal de contas, gosto não se discute e cada um tem as suas bizarrices... mas uma onça, no quintal... eu sinceramente achei demais... Ela não estava maltratada... mas quintal não é lugar para onças... o mato, a selva, as savanas da África são lugares de onça... Fiquei querendo saber como ela foi parar lá, de quem era aquela casa e porque raios alguém mantém uma onça no quinta??? Por que??? Eu não consigo entender... Mas agora tb fico pensando que soltá-la também não é bom... tanto tempo dosmesticada, vai sofrer... não vai saber procurar alimentos, será devorada e em pouco tempo morrerá julgada pela lei da selva... Pelo menos na selva de pedra ela ainda tá vivinha e não virou sapato ou bolsa. Sabe fiquei triste....

sexta-feira, 3 de agosto de 2007

Seinfeld, Alienígenas e sapatos...

Na útlilma terça-feira eu sai para almoçar no restaurante chinês à quilo que tem perto da minha casa. O indiano à quilo fechou... uma pena... Mas depois de uma tempo só eu gostava de comer tanta salada. Bom o caso é que no meio do caminho eu encontrei a Maria. A vendedora da loja de sapatos que tinha ao lado da minha casa e que mudou para a rua de baixo. Maria: Oi quanto tempo. Você ainda não foi conhecer a loja nova!! Passa lá... tem sapatos lindos e a gente está em liquidação. Não lembro mais nada do que ela falou. As únicas coisas que o meu cérebro foi capaz de registrar foram: sapato e liquidação. Alguém consegue pensar em algo que deixe uma mulher mais feliz e que seja apropriado para o horário??? Eu também não... A terça-feira passou e eu lá trabalhando e pensando: sapato e liquidação... A quarta-feira veio um pouco mais quentinha... eu estava muito ocupada na quarta... mas continuava pensando: sapato e liquidação. Aí ontem... com apenas duas horas livres no meu almoço eu não pude resistir e fui fazer uma visita para a Maria na nova loja de sapatos e liquidação... Adoro sapatilhas... ehehe e tenho verdadeira obsessão por bolsas.... é então... mas estava tudo em liquidação. Aí saí de lá correndo, fui para a Penha numa reunião... ninguém merece isto em dia de greve.... mas fazer o quê, cliente é cliente. Voltei trabalhei, busquei a Belinha, e terminei a noite asssistindo Seinfeld e aí eu entendi tudo... No final do episódio de ontem ele termina dizendo que não importa quantas vezes um homem veja um seio, vai sempre parecer como se estivesse vendo um alienígena pousar na sua frente. Diz que para as mulheres é a mesma coisa: não importa quantos sapatos ela tenha visto, vai ser sempre como se fosse um alienígena pousando na sua frente. E se por um acaso algum alienígena resolver mesmo pousar na frente de homens e mulheres eles não vão dar bola, pois estarão ocupados com sapatos e seios....ótimo.

quarta-feira, 1 de agosto de 2007

Hoje é dia da avó

((roubando idéia do blog da Kate, minha amiga, amiga não prima...americana de Goiania))
Hoje é dia da avó!! E eu sou uma daquelas pessoas privilegiadas na vida que tem com carinho e cravado na minha alma a "casa da minha avó". Boa parte da minha vida eu passei lá... A minha avó era o poço de carinho para os seus trinta e poucos netos, não sei quantos bisnetos... Ela morreu faz dois anos... Morreu assim, lúcida, mas muito fraquinha com 86 anos!! Ela fazia roupa pra mim, me chamava de Penha, me deixava usar o seu xale... queria tanto ter ficado com ele... E também me deixava usar a sua máquina de costura. Ela me ensionou costurar e a bodar. Sim pode não parecer, mas eu sou uma moça prendada sem muita paciência para estas coisas... Era a única pessoa no mundo para quem eu emprestava os meus livros sem reclamar... porque eu sabia que eles iriam voltar e ainda por cima cheios de comentários... Ela adorava a saga do Ramsés. Na minha infância alimentei de verdade a história de que ela mantinha um ninho onde só tinha bombons. E toda noite, depois da janta, na hora da novela ela vinha com a caixinha... A gente podia escolher e comer a vontade. Seus doces... sem comentários, bolos, licores e os vinhos... vinhos que ela fazia e nos deixava beber somente com sua autorização... Claro que rolava umas falcatruas... Era com orgulho que no domingo as seis da manhã entrava na praça de Mar de Espanha com seu bando de netos, filhos e agregados para a missa... Muito religiosa... Lembro de suas novenas e rezas. Conversar na beirada da sua cama, esquentar a mão no fogão a lenha esperando a broa sair... Mas a coisa mais incrível era a sua sabiá... isso era realmente mágico. Ela tinha uma sabiá que todo dia de manhã ela soltava, pontualmente as seis da tarde o passarinho voltava para dormir na sua gaiola, beber água e comer... Era lindo. Orquídea era outra de suas paixões... ela tinha um orquidário... cheio de plantas esquisitas e hoje acho legal ter sido acordada de madrugada para ver a Dama da Noite nascer... mas na época... A Dama da noite é uma flor que só nasce uma vez por ano e vive por poucas horas... Na sua casa eu tinha que cuidar dos bichos, das plantas, pegar alface na horta, brincar... Fazer serenata na sua janela... Todo dia de manhã receber a sua benção me dava um alívio... Saudade, sempre. Estrela Dalva, no céu desponta Amor!! Vou parar senão começo a chorar....

terça-feira, 31 de julho de 2007

O fim de uma era...

O cinema perdeu dois grandes nomes nos últimos dias. Como se Deus resolvesse que a Terra teria que se virar sem eles, levou o sueco Ingmar Begman e o italiano Michelangelo Antonionni. Eles representam um selo na sétima arte. Um jeito único de fazer cinema, de contar uma história... O que eu mais admirava era Bergman... ainda tenho comigo a sensação de sofrimento e admiração na primeira vez que vi Fanny e Alexander... Com certeza este é um dos filmes que marcou a minha vida. Assim como o Sétimo Selo, que além de ser um dos melhores roteiros já concebidos também é uma lição de vida. O famoso jogo de xadrez contra a morte. A Flauta Mágica é um sonho... um convite a um novo mundo. Tenho um livro que amo que são os argumentos dos filme de Bergman comentados por ele... Nem preciso dizer que só deixo alguém ver este livro se eu mesma ficar segurando e a única possibilidade de emprestar para alguém é levar como garantira de devolução um dedo ou um pedaço da orelha. Antonionni é assim difícil de contestar... Blow up é um filme que além de ter marcado a história do cinema, marcou tb uma geração. Os anos 60 não seriam a mesma coisa sem o filme do último beijo... Sem o parque, sem aquela dança... Assisti o filme com o Pollari me explicando cena por cena... Não sei se gosto... as vezes acho lento. O conto do Julio Cotarzar em que se baseia o filme é muito bonito. Bergman foi um homem que viveu muitas humilhações e superar isto estava em toda a sua obra... Além é claro de um conceito de arte e estética que poucos adquiriram na vida. Para ele a arte estava ligada à ética. Uma não vivia sem a outra. Fanny e Alexander foi seu último filme... depois ele se isolou numa ilha onde morreu... Mas escreveu para televisão, peças de teatro e livros... Teve nove filhos de cinco casamentos. O que mais me deixa triste é: nunca mais Bergman... O livro que falei tem a seguinte epigrafe: "minha peça começa com o ator que desce à platéia, estrangula o crítico e, de um livrinho preto, lê todas as humilhações que sofreu e de que tomou nota. Depoios vomita sobre o público. Em seguida, afasta-se e dá um tiro na cabeça." Terminou um tempo...

domingo, 29 de julho de 2007

O que serve para a poesia

(mais Manoel de Barros... o poeta)
Todas as coisas cujos valores podem ser disputados no cuspe à distância servem para poesia. O homem que possui um pente e uma árvore serve para a poesia. Terreno de 10 por 20, sujo de mato, e os detritos que nele gorjeiam, como, por exemplo, latas, servem para poesia. As coisas que levam a nada têm grande importância. Cada coisa ordinária é um elemento de estima; cada coisa sem préstimo tem seu lugar na poesia. As coisas que não pretendem, como, por exemplo, pedras que cheiram água, homens que atravessam períodos de árvore, se prestam para poesia. Tudo aquilo que nos leva a coisa nenhuma e que você não pode vender no mercado, como, por exemplo, o coração verde dos pássaros, serve para poesia. Os loucos de água e estandarte servem demais para a poesia. O traste é ótimo, o pobre-diabo é colosso. As pessoas desimportantes dão para a poesia. Qualquer pessoa ou escada, o que é bom para o lixo é bom para a poesia. As coisas jogadas fora têm grande importância. Um homem jogado fora também é objeto de poesia. Aliás, saber qual o período médio que um homem jogado fora pode permanecer na terra sem nascerem em sua boca as raízes da escória também dá poesia! Tudo aquilo que a nossa civilização rejeita, pisa e mija em cima, serve para poesia.

terça-feira, 24 de julho de 2007

Papel...

Está circulando pela internet uma campanha que diz assim: pense bem antes de imprimir?? Mais uma coisa para aumentar a minha culpa... Por que toda vez que eu vou imprimir eu penso: preciso imprimir? Estátisticas de pensamentos: 10% acho que preciso, 85% não tenho certeza, 3%realmente preciso, 2%continuo sem saber... A razão é simples: na hora precisa e depois? Depois fica como está a minha mesa uma verdadeira criação de papéis... sonho que eles vão crescer de tal forma que não terei mais espaço... O pior é que ainda tem a questão ambiental... mais papel, mais lixo, menos árvores, mais poluição, aquecimento global. Eu aperto "imprimir" e o mundo se esquenta... Será possível viver assim? Aí decidi radicalizar... não vou imprimir mais nada. Só o que é extremamente necessário e vem com a indicação: imprima isto para a sua segurança, senão vc vai explodir. Aí tenho um outro problema... a quantidade de arquivos inúteis que proliferam no meu computador com textos, anotações, indicações, pesquisas, listas... Tento amenizar as coisas, escrevo em cadernos... proliferações de cadernos... Não tenho coragem de jogar fora... tem muitas coisas ali... alguém lê caderno antigo? Tomara que sim, preciso de esperança... Todo mundo diz que no futuro vamos viver sem papel... que tudo será eletrônico, que as mínimas coisas que vc precisará ler estarão em meio eletrônico... Jornal, revista, livros, folhetos, tablóides... nada existirá... Será??? Acho que deve haver um equilibrio possível... Acho que a questão é reduzir e também reaproveitar de uma forma mais eficiente...

domingo, 22 de julho de 2007

Adorando sampa...

Eu já falei várias vezes sobre o meu amor por São Paulo... eu sou a típica paulistana... falo com sotoque "iendo" forte, ando na garoa reclamando, mas sou incapaz de abrir o guarda-chuva, afinal é só uma garoa... Reclamo do trânsito, vivo atrasada e mesmo que não tenha trânsito... em São Paulo isto explica quase tudo. Também tenho a característica mais forte de todo paulistano típico: sair da cidade. Mas não faço idéia quando e de preferência que seja perto, afinal sou viciada em monóxido de caborno... cheiro desde quando eu nasci. São Paulo é uma cidade judiada... de doer muito. Consegue ser incrivelmente maltratada, humilhada e feia. Tudo que é tipo de absurdo acontece aqui... Mas, fazer o quê??? Gostaria muito de ter todas as respostas possíveis e não me sentir tão embaraçada ao falar que gosto deste lugar... muita gente olha e pergunta "por que? aqui é uma merda"... Mas hoje, num dia de sol típico de inverno.... ou seja azulado, com um forte vermelho... fui ao centro da cidade almoçar num restaurante natural, muito bom chamado Nutrisom... Parei o carro do perto do viaduto Maria Paula, fui andando... Vendo os prédios e percebi como tudo ficou muito diferente com a tal da lei da "cidade-limpa" que milagrosamente pegou e fez a gente conhecer um pouco mais sobre arquitetura e conforto visual. Depois do almoço ainda fui tomar café no boulevard da Rua Avanhadava... como ficou bonito, ainda não tinha visto. Simpático, simples... Um dia na cidade, um pouco de contato... um pequeno sopro de esperança... Ah quase esqueci que ontem também foi dia de típico programa paulistano: feijoada... no São Cristovão, com amigos queridos e conversa boba...