quinta-feira, 28 de junho de 2007

Meninos do Rio

Num passado não muito distante, na famosa década de 80, foi lançando o filme "Menino do Rio" que contava a história de Pepeu... O filme, um marca da adolescência de muita gente, começa com uma frase que de vez em quando lembro: esta história conta a vida que muita gente sonha em ter: um cara que vive na praia, é surfista e curte a vida em contato com a natureza. Da paz. Menino do Rio pra mim era Pepe e seus milhões de sucos, Evandro Mesquita e a sua Blitz, Juba, Lula... Passados vinte anos, menino do Rio são garotos que saem para baladas estranhas com gente esquisita, consomem drogas mais estranhas ainda (mistura de analgésicos, com anabolizantes, com exctasy e mmd não sei das quantas e como já me disseram até heroína... Até heroína porque eu pensei que as pessoas já tivessem se ligado que esta porra mata). Aí estes mesmos meninos param o carro de madrugada, do nada batem numa mulher (?) para roubar sua bolsa e se divertir. Não contentes com esta agressão, partem para mais uma briga com outra gangue que também gosta de fazer a mesma coisa. Parece que não foi a primeira vez que a quadrilha de meninos do Rio cometeu este crime... Só que desta vez eles se deram mal... um taxista viu... E aí descobriu-se que eram estudantes, filhos de gente rica, moradores dos condomínios da Barra da Tijuca... São aqueles caras que no tempo da evolução do menino do Rio que eu conheci para hoje, viraram aqueles babacas praticantes de jiu-jtsu e que não entendem nada de esporte e sim de violência. A violência tá no morro e no asfalto e o Rio de Janeiro é um verdadeiro campo de guerra. O mais chocante foi o depoimento de um dos pais dos integrantes da gangue: eles são só crianças... Como assim?? Os caras tem mais de 20 anos!! E eu pergunto que valores eles aprenderam em casa?? Amor e respeito ao próximo? Obediência às leis? Que pessoa é esta que espanca alguém só para se divertir?? Eles estão presos. E eu sinceramente espero que eles fiquem presos durante muito tempo. Que a justiça use de exemplo para mostrar a sociedade que o Brasil não tolera mais a impunidade dos filhos de alguém que se julga importante... a impunidade da classe média alta, que resolve as coisas no jeitinho, que é desonesta na sua vida e nos seus negócios e principalmente de famílias que não entregam a sociedade pessoas normais e sim verdadeiros animais, que não sabem o mínimo da convivência... São bárbaros e selvagens. Que a empregada processe estas famílias e cobre o máximo de dinheiro possível. Porque se a lei não faz efeito, o bolso, pelo jeito, dói muito mais. Como diz Icami Itiba: quem ama educa e educar é também ensinar respeito. Acima de tudo.

segunda-feira, 25 de junho de 2007

Festas de casamento

Como não é nenhuma novidade tenho trabalhado muito, Graças a Deus e sem tempo para muitas coisas, inclusive aquelas velhas frivolidades da vida... como sair com os amigos, tomar uma cerveja, jogar conversa fora... Como disse a Veri, vivemos de eventos... e são eles que fazem a gente se ver... Sábado foi casamento do Ricardinho e da Camila. Foi uma festa muito legal. Longe anos luz daqueles casamentos chatos e tradicionais. A festa foi divertidíssima... dancei tanto. Senão fosse o meu sapato-assassino, teria ficado mais... Só que chegou uma hora que achei que o meu pé fosse cair... Tanto que perdi a compostura e fiquei sem sapato... mas tomei esta decisão tarde demais. A dor já era grande. Mesmo assim, dancei. Tocou de tudo... foi tão legal. O grande momento com certeza foi Billy Paul... "Your Songs"... e o "Eu te amo" para Marcos "mal humorado" Ribeiro... Festa de amigos... Resolvi voltar cedo também depois de tomar muito o "fuck wine"... Isto porque a gente estava se divertindo vendo quantos fucks era possível por numa mesma frase em inglês... Bom deu para matar saudades de um monte de gente e também descansar um pouco a cabeça.

quinta-feira, 21 de junho de 2007

Como irritar cada signo

((sem tempo, a gente começa apelar... de vez em quando eu tb entro aqui para saber se tem post novo...Sorry pela coisa boba...))
ARIES: Fale com eles dando uma enorme pausa entre as palavras. Não deixe que eles falem, ou, se falarem, corte pelo meio.
TOURO: Gaste o dinheiro deles, peça para dar uma dentada no seu sanduíche ou na sua maçã, desperdice seu material, não devolva suas coisas.
GÊMEOS: Aborreça-os com lágrimas e longos monólogos sobre sua vidaemocional. Não converse com eles, em absoluto.
CÂNCER: Insulte suas mães (com classe, é claro).Critique suas casas. Advirta-os de que eles podem perder o emprego. Diga que aquela foto de família pendurada na sala é brega e confunda o retrato da "vovozinha querida" com o Mike Tyson.
LEÃO: Ignore-os. Esqueça o nome deles e pergunte "Qual é mesmo o seunome?". Em público, não os apresente às pessoas importantes.
VIRGEM: Choramingue bastante. Desarrume sua casa, atrapalhe sua programação, esqueça de atarraxar a pasta de dente. Diante do armário do banheiro, indague: "para que tanto remédio?". LIBRA: Diga bastante - "Isso é com você, decida logo!". Leve-os a locais feios. Aja de forma grosseira em público, tire melecas, arrote, fale palavrões, vire cerveja na mesa, chame o garçom pelo nome.
ESCORPIÃO: Faça perguntas pessoais. Saiba muito sobre eles e dê a entender. Obtenha mais sucesso do que eles e se vanglorie. Repita sempre: -"Isso não é da sua conta!"
SAGITÁRIO: Dê a eles bastantes responsabilidades. Coloque realismo na sua filosofia. Nunca ria das piadas deles. Não tope nenhuma aventura ou quebra de rotina e esteja sempre de mau-humor.
CAPRICÓRNIO: Organize tudo para que se sintam inúteis. Lembre-os de sua baixa posição social. Embarace-os em público: faça escândalos, berre com eles. Deixe-os esperando, nunca chegue na hora marcada.
AQUÁRIO: Torne-se pessoal e íntimo. Ao encontrá-los, dê um longo abraço e fique apertando-o contra o peito, emocionado, lacrimejante. Insista para que eles liguem várias vezes por dia para posicioná-los de seus movimentos.
PEIXES: Diga para agarrarem-se a si mesmos e esquecerem dos outros. Marque encontro com eles em locais brilhantes, barulhentos, superpovoados. Deixe-os falando sem parar e no fim diga que não entendeu nada.

domingo, 17 de junho de 2007

Último capítulo...

Hoje foi o último capítulo de Roma... na HBO. Eu nem falei sobre isto... mas nos últimos dez Domingos, as dez da noite eu parava de existir... e assitia a segunda temporada de Roma. Não contei que também assisti a primeira?? Achei desnecessários... que importância isto tem? Na verdade nenhuma... nem eu mesma sei explicar...A história é velha conhecida: Cleóprata engana Marco Antônio, acreditando em Otávio. Marco Antônio se mata. Cleóprata percebe que foi enganada e então também se mata com uma picada de uma cobra... E Otávio volta triunfante para ser Imperador de Roma. Mas o jeito que isto pode ser contado, faz toda diferença... E a série tem este mérito. Estes personagens poderiam muito bem serem transferidos para o cenário de qualquer novela. Pessoal demais... Contudo erraram a mão no drama... Os personagens principais são dois soldados: Lucius Veronos e Tito Pulos. Lucius Veronos morreu perdoado pelos filhos, depois amaldiçoá-los, salvá-los da escravidão e ainda por cima matar a própria mulher... O filho de Cesar com Cléoprata na verdade é filho de Tito Pulos... Mas isto não está nos livros, é uma fofoca. A série é sobre a vida das pessoas que contam a história que a gente tem que aprender no colégio... Por isto é muito bom... um romance, uma novela... Acabou e foi Ok.... nada comovente. Fiquei um pouco decepcionada... Todos os outros capítulos foram bem melhores... E acho que é difícil escrever um último bom capítulo... o penúltimo é sempre melhor... Talvez seja a ansiedade. Bom agora vem a última temporada de Sopranos... pois é e eu pensei que tinha me curado... o pior é saber que tem o último capítulo, da última temporada... Não gostei da sexta... não mesmo. De verdade já cansou... Bom... It´s not TV, it´s HBO... é um jeito de fazer TV.

O tempo de mim mesmo...

Desde que me conheço por gente sou uma pessoa incapaz de fazer uma coisa só... Sempre faço muitas coisas ao mesmo tempo. Tanto na vida profissional, quanto na minha vida pessoal... e devo dizer que graças ao meu trabalho, a vida pessoal se confunde muito com a pessoal. A primeira coisa é que trabalho em casa... Então o fato de estar no aconchego do meu lar e na frente do computador digitando como uma louca não quer dizer que esteja trabalhando... mas estou. Sou membro da Associação dos Roteiristas e responsável pelo site da mesma, participo de duas listas que envolvem cinema e roteiros e preciso administrar estes e.mails. Que são muitos e importantes. Estou estudando e tenho trabalho para fazer, estou num trabalho grande, sem fim de semanas, tenho que namorar e cuidar da minha filha, assistir televisão, pintar a porra do meu cabelo, fazer pilates, marcar médico, levar meu pai ao médico, fora outras coisas extras que aparecem.... sempre aparecem... Isto tudo numa semana de sete dias, em dias de 24 horas... Sem levar em consideração que em alguns dias da meia-noite as seis eu preciso dormir... Não está fácil... o que mais eu escuto é que eu sumo... é verdade. Não consigo fazer tudo, nem sei se estou sofrendo por isto... para falar a verdade to um pouco irritada. Resolvi deixar pra lá porque se eu for agora me preocupar, não consigo terminar nem metade do que me propus para este ano... E mesmo assim estou atrasada... aliás estou sempre atrasada. Gostaria de ter mais tempo para sair com os meus amigos, ficar mais com a minha filha, tomar uma cerveja, ficar mais tranquila... mas sei que este dia vai chegar. É preciso só uma pouco de calma.

sábado, 16 de junho de 2007

Hoje é o Bloomsday

((sei que o blog está parecendo almanaque com tantas datas comemorativas, mas tem coisas eu não consigo deixar de ressaltar))
Hoje é o Bloomsday!!! Vamos comemorar... e antes que vc me pergunte que p(piiii) é esta eu vou explicar...
No dia 16 de junho, o mundo dos literatos entra em festa. Na Irlanda é feriado de verdade. Neste dia é comemorado o Bloomsday. Mas que data é esta? É o dia em que se desenrola todo os enredo de Ulisses, de James Joyce. Para muitos o livro dos livros, para mais de muitos o mais chato de todos os tempos. Não vou discutir isto. Existem coisas que transcendem os gostos e os comentários. Você tem que se entender com ela do jeito que é. E é bem difícil entender. Até hoje, nunca li Ulisses... Empaquei na página trinta e dois como a maioria dos mortais. Existem muitas lendas sobre o livro, inclusive a maldição da página trinta... Talvez eu só leia quando tiver mais tempo para estas frivolidades culturais... É um sonho meu. Algumas pessoas dizem que você deve ler Ulisses no original. Impossível. Somente se no texto tiver a frase: "the book is on the table", o que eu acho realmente difícil. A tradução mais conhecida no Brasil é a do professor Antônio Houaiss. Dizem que deixa mais confuso o que é difícil. Eu não acho isto. Apesar de não ter terminado o livro, sei que é muito bom. Uma vez entrevistei o professor e contei para ele o meu drama e ele me disse: menina deixe disto... você ainda tem muito tempo...ehehe Mas gostaria de dizer se você quer entrar no magnífico mundo joyceano, comece pelo Retrato do Arstista quando Jovem, depois se aventure pelos contos de Dublinenses e então parta destemido para Ulisses... Eu ainda não consegui partir destemida para o Ulisses mas os outros dois mudaram o meu jeito de ver a literatura.... Você pode fazer isto em dois dias, dois meses, dois anos ou dois séculos, vai saber?? Mas se estava faltando um motivo para comemerar... vá até uma bar irlandes (em São Paulo tem muitos) peça cerveja Guinness até não querer mais... Brigue com alguém por nada, de preferência sai dando porrada pela rua, se sinta culpado, abrace o motivo do seu desafeto dizendo que a culpa é da cerveja e então a sua noite irlandesa estará completa... Feliz Bloomsday...ahahaha

quarta-feira, 13 de junho de 2007

Dia de Santo Antônio

Que seria de mim meu Deus
Sem a fé em Antônio
A luz desceu do céu
Clareando o encanto
Da espada espelhada em Deus
Viva viva meu santo
Saúde que foge
Volta por outro caminho
Amor que se perde
Nasce outro no ninho
Maldade que vem e vai
Vira flor na alegria
Trezena de julho
É tempo sagrado
Na minha Bahia
Antônio querido
Preciso do seu carinho
Se ando perdido
Mostre-me novo caminho
Nas tuas pegadas claras
Trilho o meu destino
Estou nos teus braços
Como se fosseDeus menino

((é com ele que a gente leva a vida com mais graça. É com ele que a gente luta e se sente protegido)) Salve Santo Antônio da Purificação e da Graça. Já falei que o mês de junho é sagrado??

terça-feira, 12 de junho de 2007

Dia dos namorados

Normalmente eu não gosto muito de falar sobre o dia dos namorados... porque sei lá... as vezes é uma coisa estranha. Como uma obrigação de comemorar, de ser feliz... mas vamos abrir o coração para o romântico bobo que existe em todos nós... por isto eu coloco a letra de música do mais bobo romântico sofredor de todos os tempos... Chet Baker...

My Funny Valentine

Sweet Comic Valentine
You Make Me Smile
With My Heart
You're Looks Are Laughable, Unphotographable
Yet You're My Favorite Work Of Art
Is Your FigureLess
Than Greek Is Your Mouth
A Little Weak
When You Open It To Speak
Are You Smart But
Don't Change A Hair For Me
Not If You Care For Me
Stay Little Valentine Stay
Each Day Is Valentine's Day

segunda-feira, 11 de junho de 2007

Uma história


Corria o rio no meio da mata... um fio de água que engrossava conforme o caminho avançava. A água cada vez mais clara caminhava em direção a pedra... Um manto dourado se formava e então descia para dali nascer a cachoeira. Abraçava novamente a pedra e descia e assim formava mais rio... E assim sempre. Num amor eterno. Sempre brilhando, refletindo a luz do sol, criando o espelho de toda a beleza. Passarinho voa para ver de perto o espetáculo. O manto de água clara a banhar a pedra a descer a purificar... Da espuma que se forma é possível ver a rainha a observar... a mimar as flores enquanto ouve os passarinhos... a firmar seus filhos. A ensinar a sua alegria, a entender a beleza... Do manto dourado nasce seus cabelos... longos... grandes fios a segurar o melhor da vida. Orayê!!!

quarta-feira, 6 de junho de 2007

Paulinho Nogueira

O irritante... já disse em outras ocasiões como ele consegue ser poeta e tocar tão lindamente... como ele consegue ser tão sensível e ao mesmo tempo superficial... Eu não me canso de ouví-lo... prefiro Paulinho Nogueira nos meus momentos cigarro-cerveja-coleçãoinfinitadecds... Letra de música buuuunitinha...

Simplesmente - Paulinho Nogueira

Quantas vezes eu já fracassei, quantos bons momentos
Desprezei, por pensar demais, por ouvir demais
por não saber olhar a vida simplesmente
Dentro desse louco turbilhao,
cada um querendo ser melhor
É muito melhor se deixar ficar,
em tudo que você sentir, simplesmente
E logo de manhã olhar bem dentro de você
Nas coisas como você vê,
duvidar então do que querem fazer você me olhar,
fazer você me ouvir fazer você pensar,
E chegando a noite devagar
descontrair sua razão, soltar de leve o coração
Procurar alguém, o seu bem verdadeiro
tão somente, que vai saber simplesmente
o que é bom pra você.
E logo de manhã olhar…

sexta-feira, 1 de junho de 2007

Quarenta anos atrás...

Como prometido... Hoje faz quarenta anos que o disco Sgt.Peppers dos Beatles chegou as lojas...
É considerado o melhor disco de música popo de todos os tempos... isto na minha humilde opinião e não adianta tentar me provar o contrário... Muita gente já tinha percebido que os Beatles não eram uma bandinha para agradar garotas histéricas... Muito pelo contrário... eles marcaram uma reviravolta começada anos antes com um senhor americano chamado Elvis Presley... Mas aí são outros quinhetos... A questão é que cansados de tanta gritaria e com vontade de mostrar serviço, os caras de Liverpool resolveram fundar uma nova banda. A Sgt. Peppers Lonely Hearts Club Band... O projeto foi logo abandonado e o nome da banda passou a ser o nome do disco... Em 1966 cansados da infidáveis turnês, os Beatles sairam da estrada e pela primeira vez em toda a sua história tinha tempo para preparar um novo disco... Aliás, mas do que tempo... tinham dinheiro, acesso aos melhores técnicos e a todas as maravilhas tecnológicas dos estúdios Abbey Road. O oitavo disco dos Beatles foi gravado em 129 dias entre o começo de dezembro de 1966 e o dia primeiro de abril de 1967... É um disco de estúdio, feito numa época efervecente da cultura pop mundial... os anos 60. Foi gravado misturando o erudito com o popular. Influencia de Stockhausen e Bob Dylan... Foi uma das primeiras gravações em multifaixas com dois gravadores, para reduzir ruídos... Uma orquestra de 40 músicos participou da gravação, mas o som foi aumentado tecnologicamente e dá a impressão de que são três vezes mais pessoas tocando... Até Sgt. Pepper as capas de disco eram chatas... depois... influenciou o mundo inteiro... Vários artitas reproduziram o conceito em seus trabalhos, como o famoso disco da Tropicália ou Panis et Circencis... Dizem que o disco foi pensado para ser ouvido de uma só vez... do começo ao fim. Faz sentido... Foi o disco mais vendido da Grã-Bretanha de todos os tempos... Bom é uma homenagem... a um som que eu gosto muito... não só pela história toda, mas pela influência que teve na minha vida, nos meus sonhos, nos meus pensamentos...